Famosas se posicionam contra cortes na educação

Bruna Marquezine e Taís Araújo estão entre as artistas que apoiam atos realizados durante a Greve Nacional da Educação

Foto: Instagram/Reprodução

Artistas se juntam a milhares de estudantes e educadores que marcharam pelas ruas de diversas cidades brasileiras contra o bloqueio de verbas em universidades públicas e institutos federais. Em seus perfis no Instagram, atrizes e apresentadoras manifestaram apoio aos protestos, convocados por entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

Em uma de suas publicações sobre o assunto, Taís Araújo conta que herdou da mãe a paixão pela educação e que, para quem tem um educador em casa, é impossível não ser um defensor da educação.

— Eu sei, a gente tem muitos problemas. Mas a produção científica na universidade não é um deles; cortar verbas não é solução. Tem muito o que melhorar, eu também concordo. Mas não melhoramos se tiramos o adubo da sociedade. Se tirarmos um terço de investimentos nas universidades, comprometemos o futuro do nosso País — escreveu.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

“A lição sabemos de cor. Só nos resta aprender”

Uma publicação compartilhada por Taís Araujo (@taisdeverdade) em

Bruna Marquezine compartilhou, para os seus mais de 35 milhões de seguidores, uma imagem reproduzida por outras famosas, como Giovanna Ewbank, onde se lê “educação é liberdade”. Bruna ainda escreveu: “Educação não é gasto, é investimento. Alunos não estão pedindo esmola, estão pedindo estrutura. Professores não merecem intimidação, merecem respeito.”

Alice Wegmann, vilã de Órfãos da Terra, novela das seis da TV Globo, escreveu sobre o privilégio de ter frequentado um bom colégio e uma boa faculdade, pagos pelos pais. Em uma das fotos que compartilhou, aparece um cartaz com uma crítica a Jair Bolsonaro. O presidente, que chegou hoje aos Estados Unidos, comentou os protestos e chamou os manifestantes de “idiotas inúteis” e “massa de manobra”.  Justificou os cortes pela “crise econômica e arrecadação baixa”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

♥️

Uma publicação compartilhada por Alice Wegmann (@alice.weg) em

Veja outras publicações de famosas sobre os protestos contra os cortes na educação.

<

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Tata Werneck (@tatawerneck) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

A falta de informação enfraquece a mente e apodrece a nação. Todos juntos pela educação!

Uma publicação compartilhada por Karol Conka 🧙🏾‍♀️ (@karolconka) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

É assim que um país educado reage quando oferecem arma pra quem quer livro….. #orgulho #diahistórico

Uma publicação compartilhada por Fernanda Gentil (@gentilfernanda) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

#TsunamiDaEducação contra todo desmonte e desvalorização das nossas instituições de ensino!!! #15M ✊🏻

Uma publicação compartilhada por Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) em


Leia também:

Martha Medeiros: Menos educação significa mais miséria, mais preconceito, mais violência

Valesca Popozuda recebe críticas por defender Agustin Fernandez, maquiador fã de Bolsonaro