Bruno Gagliasso e outros famosos pedem boicote a Júlio Cocielo após tuítes racistas

Karol Conka, Taís Araújo e Rafinha Bastos também deram suas opiniões sobre as acusações de racismo contra o youtuber

Julio Cocielo
Foto: Reproduççao

Diversas personalidades têm reagido nas redes sociais aos casos de racismo envolvendo Julio Cocielo. Bruno Gagliasso, Karol Conka, Taís Araújo e Rafinha Bastos são algumas das personalidades que se posicionaram sobre a conduta do youtuber.

O nome de Cocielo passou a circular com mais força na internet desde o último sábado (29), após ele postar um comentário racista a respeito do jogador francês Kylian Mbappé, durante a partida entre França e Argentina, pela Copa do Mundo. Em seguida, vieram à tona inúmeros tuítes feitos pelo youtuber com teor discriminatório. Diversas marcas se posicionaram sobre o fato e chegaram até a cancelar parcerias com Cocielo.

O casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso usou o Instagram para se posicionar incisivamente contra o youtuber. Os atores são pais de Títi, cinco anos. Natural de Malawi, a criança já foi alvo de comentários preconceituosos nas redes. Os pais chegaram a prestar queixa na polícia, contra a socialite Day McCarthy, que fez ofensas racistas à Títi .

“Apoiar uma pessoa racista é ser conivente, sim. É obrigação de todos nós constranger e vigiar nosso círculo social. Num mundo digital em que seguidor significa dinheiro e carreira, a gente precisa entender a importância do boicote”, postou Gagliasso a respeito de Cocielo.

A cantora Gabi Amarantos repercutiu o caso pelo Twitter: “Gente, podia ter uma versão da bandeira brasileira com a frase racismo não é piada. Será que assim ajuda a essa galera do mal a entender?”.

Já o humorista e apresentador Rafinha Bastos saiu em defesa do youtuber: ” Perseguir o cara por causa de um erro (ele já se desculpou), é um equívoco imenso. Esse não merece mesmo”.

Veja a reação de outros famosos nas redes sociais:

A post shared by Bruno Gagliasso (@brunogagliasso) on

A post shared by Giovanna Ewbank (@gio_ewbank) on

Invisibilizar é apoiar o racismo! Falemos todos os dias!! 🙌🏻

A post shared by Samara Felippo (@sfelippo) on

 Leia também: 

Vídeo de bailarinas do Bolshoi acompanhando jogo da Copa viraliza

Foto de mulher argentina amamentando em jogo viraliza na internet

Copa dos memes: internet não perdoa Inglaterra pelo choro de James Rodríguez