Felipe Neto bane Melody de seu canal por discordar de imagem sexualizada da menina de 11 anos

Youtuber questionou silêncio das autoridades sobre o caso: "Todas as entidades que dizem querer 'proteger as crianças' fecham os olhos e ignoram o que está acontecendo"

Foto: Divulgação / Divulgação

Um dos maiores youtubers do Brasil, com mais de 29 milhões de inscritos, Felipe Neto anunciou nesta quarta-feira (16) que vai banir o conteúdo de Melody de seu canal por causa da imagem hiper sexualizada da cantora. A menina tem 11 anos.

“Galera, infelizmente a Melody está banida do meu canal. Havia informado ao seu pai que não faria mais ‘react’ enquanto ela fosse sensualizada. Ele me prometeu que ia mudar, mas só piorou. E piorou muito. Ela tem 11 anos. Onze. E eu tive que censurar uma foto para poder exibir”, declarou Felipe Neto em suas redes sociais.

“Eu tentei de todas as formas mudar isso. Conversei com ela, conversei com o pai. Nada adiantou. Enquanto isso, todas as entidades que dizem querer ‘proteger as crianças’ fecham os olhos e ignoram o que está acontecendo. Ninguém faz absolutamente nada. Cansei”, finalizou o youtuber.

Neto também divulgou um suposto relato sobre a gravação de um clipe de Melody, realizado em Santos, no litoral de São Paulo. De acordo com o texto, durante a gravação, o próprio pai da menina teria insistido em “zoom na bunda, coxa e seios” dela. A mensagem também questiona a atuação dos órgãos públicos para garantir a integridade e bem estar da criança. No perfil oficial de Melody no Instagram, também são compartilhas várias imagens com o corpo dela em destaque.

O youtuber, entretanto, fez questão de ressaltar que a menina não tem culpa na situação. “Eu quero lembrar a todos, por favor, a Melody é uma criança, uma menina ingênua que não faz a menor ideia de tudo isso que acontece. Ela é um doce de criança. Veio aqui ano passado e me trouxe um desenho q ela fez de mim. Por favor, não maltratem ela. Ela não tem culpa de nada”, disse.

Nos últimos anos, Felipe Neto fez uma série de vídeos reagindo aos clipes da cantora mirim. Apenas na última publicação, em dezembro de 2018, ele recebeu mais de 5 milhões de visualizações no vídeo. Já na época, contudo, ele se sentia incomodado com a imagem de Melody, intitulando a produção O Último React da Melody Deste Canal.

Nos últimos anos, Felipe Neto fez uma série de vídeos reagindo aos clipes da cantora mirim. Apenas na última publicação, em dezembro de 2018, ele recebeu mais de 5 milhões de visualizações no vídeo. Já na época, contudo, ele se sentia incomodado com a imagem de Melody, intitulando a produção O Último React da Melody Deste Canal.

MC Belinho, pai de Melody, declarou ao portal Uol que estava surpreso com a atitude de Felipe Neto e que achava “estranho” o youtuber se manifestar pela internet, antes de entrar em contato com ele. Responsável pela carreira da filha, entretanto, ele não falou sobre o conteúdo das críticas.

— Fico surpreso de ele fazer uma publicação dela antes de falar comigo. Ele é um cara muito famoso e não precisa desse tipo de coisa, ainda mais com a gente, que somos muito legais com ele. Ficou muito esquisito, já que ele tem meu contato. Mas já que ele quer banir, pode banir os 150 milhões de visualizações que geramos para o canal dele. É muito fácil, pra gente não vai fazer diferença alguma. Quando ele reage é legal que acaba ajudando, mas ele também é ajudado. Os vídeos com mais visualizações no canal dele são os nossos.

Em 2015, o Ministério Público chegou a ser acionado em função de denúncias sobre a imagem da cantora mirim, já considerada com apelo sexual indevido. Na época, MC Belinho se comprometeu a mudar a imagem da filha e adaptar seu trabalho de acordo com a faixa etária dela.

Felipe Neto, contudo, não foi o único a se incomodar com a imagem da menina. No final de dezembro, a youtuber italiana Julia Cristina, com mais de 150 mil inscritos, publicou o vídeo Melody Needs Help (Melody Precisa de Ajuda), que já ultrapassou o número de 600 mil visualizações. A exploração infantil é um tema recorrente em seu canal e ela destaca que a imagem hiper sexualizada de Melody pode trazer danos psicológicos para a criança.

Leia também: 

“Eu deixo muito like”: criança de São José faz campanha para encontrar Luccas Neto

Maisa e Melody são vítimas de assédio nas redes sociais