Após criticar sexualização, Felipe Neto vai bancar acompanhamento psicológico para Melody

Youtuber, que havia decidido banir conteúdos da cantora de 11 anos de seu canal, entrou em acordo com o pai da menina

Felipe Neto vai pagar ainda acompanhamento psicológico para a irmã da cantora mirim (Foto: Reprodução / YouTube)

Se Felipe Neto era criticado pelos pais por influenciar as crianças a terem comportamento rebelde e debochado, agora pode ter revertido sua fama de “bad boy” da internet. Ao gravar um vídeo criticando a postura sexualizada de Melody, cantora de apenas 11 anos que faz sucesso nas redes sociais, o youtuber acabou virando mentor da garota.

Ameaçando encerrar uma parceria caso Melody seguisse assumindo atitudes consideradas muito sensuais para uma pré-adolescente, Neto, 30 anos, intimou o pai da cantora, que também é produtor. Na quarta-feira (16), o youtuber declarou que iria parar de dar audiência em seu canal aos conteúdos produzidos por Melody se o responsável não tomasse uma atitude.

“Havia informado ao seu pai que não faria mais react (expressão usada por youtubers para definir o ato de comentar o conteúdo de outras personalidades) enquanto ela fosse sensualizada. Ele me prometeu que iria mudar, mas só piorou. E piorou muito”, indignou-se Neto.

Na quinta-feira (17), ele conseguiu um desfecho. Propôs a Thiago Abreu, pai de Melody, que ela tenha acompanhamentos pedagógico e psicológico, atendimentos pagos pelo próprio youtuber. Também pediu que sejam removidos os conteúdos já publicados que possam comprometer a imagem da menina. A decisão se estendeu à irmã mais velha de Melody, Bella Angel, 14 anos, que também é cantora.

“O objetivo é proteger Melody e Bella e levar um acompanhamento que possa guiá-las nesse mundo de superexposição, corrigir seus comportamentos e fazer com que tenham uma vida sempre saudável, física e mentalmente”, diz o comunicado divulgado por Neto. “Seu pai, Thiago Abreu, mostrou-se disponível e aberto para evoluir e melhorar todos os aspectos que envolvem a situação”.

A atitude do youtuber foi elogiada nas redes sociais. Até o ano passado, Neto era visto com reserva pelos pais das crianças por gravar vídeos em que grita, xinga, fala palavrões e vende produtos. Agora, parece ter conquistado o respeito. “Venho aqui te parabenizar pela atitude. Trabalhei com crianças e sei como o direcionamento pode mudar o futuro delas. Infelizmente existem muitas Melodys e poucos Felipes! Mas quem sabe você, com sua força de influenciador, tenha plantado uma sementinha que possa se tornar uma árvore grandiosa e cheia de frutos. Espero que os pais dessas meninas realmente tenham compreendido o melhor para as filhas. Parabéns novamente!”, reagiu uma seguidora à decisão de Felipe de acompanhar Melody.

View this post on Instagram

Sobre o caso Melody. Por favor, leiam ❤️

A post shared by Felipe Neto (@felipeneto) on

Leia também:

Felipe Neto bane Melody de seu canal por discordar de imagem sexualizada da menina de 11 anos

Luccas Neto, que se apresenta em SC, fala da preocupação ao criar conteúdos para crianças