Fernanda Gentil responde seguidor que questionou casos de assédio na Copa

Jornalista da SporTV assediada por um torcedor também falou sobre caso

Foto: Reprodução/Instagram

Fernanda Gentil rebateu o comentário de um seguidor no Twitter nesta segunda-feira (25). O usuário da rede social comparou os casos de assédio vividos por mulheres na Copa do Mundo e o que aconteceu com o repórter da SporTV Ben-Hur Correia, xavecado por mulheres durante um ao vivo de Las Vegas: “Quando é com o homem pode, né?”, comentou.

“Pode com qualquer um que concordar e curtir a situação. Não pode com ninguém que se sinta coagido ou obrigado a participar do contexto. Não importa se for homem, mulher ou um animal. Te respondi?”, explicou Fernanda para o seguidor que em seguida excluiu seu tweet.


Jornalista da SporTV também falou sobre caso de assédio

A jornalista Júlia Guimarães também fez uma declaração ao vivo no Mais Você – direto da Rússia nesta segunda-feira. Ela comentou sobre o caso de assédio sofrido antes do jogo entre Japão e Senegal, no último domingo, quando foi surpreendida por um homem que tentou lhe beijar.

Foi a segunda vez que Júlia foi assediada durante sua primeira cobertura de Copa do Mundo. No primeiro caso, a repórter estava se preparando para entrar ao vivo no jornal Bom Dia Brasil, mas foi o segundo que ganhou grande repercussão na mídia:

– Eu estava preparada para gravar um material e depois teria um ao vivo no Esporte Espetacular, e aí o russo tentou me dar um beijo. Eu confesso que eu até fiquei um pouco surpresa com a minha reação.

Assim que Júlia desviou do torcedor, disse, em inglês, que ele não devia ter feito o que fez:

– Eu não te autorizei a fazer isso. Nunca! Ok? Isso não é educado, isso não é certo. Nunca faça isso! Nunca faça isso com uma mulher. Respeito! –, reclamou a jornalista ao torcedor.

Em entrevista à apresentadora Ana Maria Braga, a jornalista contou que até se surpreendeu com a própria reação contra o torcedor:

– Espero que sirva como um exemplo de que a gente tem que reagir, a gente não pode deixar passar em branco.

A repórter também se manifestou pelo Twitter:

Leia mais:

Advogado brasileiro que assediou russa admite erro 

Torcedor argentino é vetado de entrar nos estádios por humilhar russa

Famosas protestam contra vídeo machista de torcedores brasileiros