Festas de fim de ano: como servir um brunch em casa

A consultora de etiqueta corporativa Maria Inês Borges da Silveira dá dicas para você preparar um bom brunch para receber convidados em casa

Foto: Banco de imagens

Foram os ingleses que tiveram a ideia de unir o café da manhã (breakfast) com o almoço (lunch), criando o que conhecemos atualmente como brunch. Hoje essa recepção é muito comum após batizados, missas celebrativas (Páscoa e Natal) ou mesmo em encontros casuais pela manhã, a partir das 11 horas, que se estendam até algumas horas da tarde. Uma forma de receber a família e amigos de uma forma mais informal mas muito aconchegante.

Leia também: 

Descubra como harmonizar pratos típicos de Natal com cerveja

Duas boas opções de brunch para experimentar em Florianópolis

O buffet pode ter bolos, panquecas, torradas, pães, queijos, patês, geleias, frutas inteiras ou fatiadas, empadões em pedaços, picadinho de carne vermelha ou de frango, ovos mexidos, carpaccio de carne, postas em fatias ou ao vinagrete e sanduíches. Dependendo da ocasião pode-se servir um aperitivo ou prosecco, embora sejam indicadas bebidas como sucos, refrigerantes, chás e cafés.

Em algumas ocasiões, o brunch pode ser mais refinado, os pratos simples são substituídos por mais sofisticados e sobremesas podem ser acrescentadas ao buffet.

— Uma boa dica é organizar a copa, para repor a comida e não esquecer de providenciar gelo para as bebidas. Preparar tudo com antecedência para que saia como o planejado —, finaliza Maria Inês.