Os sabores da cidade mais alemã do Brasil estão no Festival Gastronômico de Pomerode

Foto Patrick Rodrigues

Por Carol Sperb, especial

Cada lugar do mundo traz uma história, uma cultura e características únicas. E isso pode ser percebido na arquitetura, dos costumes e tradições. Mas essas origens aparecem, principalmente, no prato. É através dos ingredientes, das receitas, de detalhes que vão desde um tempero especial até uma forma de preparo inusitada que se pode dizer
muito sobre uma região.

Na cidade mais alemã do Brasil, não seria diferente. As iguarias típicas encontradas no local são reflexos dos imigrantes que colonizaram o município, memórias que se mantêm vivas ao longo dos anos. O eisbein, kassler e as salsichas são pratos comuns e que podem ser degustados em praticamente todos os estabelecimentos de Pomerode. Além deles, ingredientes que surgiram com as famílias e que hoje se tornam referência da região, como a linguiça Blumenau e o kraeuterkaese, também fazem parte da tradição local.

A gastronomia alemã é tão forte na cidade que ganhou até uma programação especial. O Festival Gastronômico de Pomerode reúne história e boa comida, em um ambiente aconchegante e acolhedor para os turistas de todos os cantos do Brasil, que aproveitam a ocasião para conhecer as peculiaridades da região.

Mas na 15ª edição do evento, que iniciou esta semana e segue até o dia 21 de julho, uma viagem aos sabores da Alemanha trouxe para a cidade algo que vai além de preparos inusitados até mesmo para quem é do Vale Europeu. Com a proposta de oferecer receitas de diferentes estados do país, muito mais do que os sabores e a versatilidade desta culinária estão em foco. Através da comida, muitos pomerodenses puderam conhecer suas origens e homenagear suas histórias.

Reconhecendo o passado

Juergen Schwartz. Foto Divulgação

Quando decidiu abrir o restaurante com a sua família, Juergen Schwartz apostou nos preparos caseiros e nas receitas que costumavam fazer em casa para o cardápio. Muitos dos pratos, inclusive, eram feitos pela sua oma (como se chama vó em alemão) materna. Descendente germânico, Juergen não sabia ao certo a origem da sua família. Sua bisavó veio para região sem qualquer tipo de documentação ou registro e faleceu muito nova, deixando dúvidas sobre de onde veio.

Quando começou a pesquisa para participar do Festival Gastronômico de Pomerode, reconheceu o seu passado. Juergen ficou responsável por levar ao evento um preparo típico da região de Thüringen. Ao estudar sobre os ingredientes e receitas, percebeu muitas semelhanças com os pratos que já costumava comer em casa.

– Nunca tivemos certeza sobre o local de onde a família veio. Quando começamos a pesquisar, notamos que aqueles ingredientes, formas de preparos e costumes já faziam parte da nossa rotina. Foi através da gastronomia que tivemos certeza das nossas origens – comenta Juergen.

Ele conta ainda que sua família recebeu a informação da descoberta com muita comoção.

– Minha mãe ficou emocionada com a oportunidade de ter o seu passado reconhecido. A sua história, tem um novo sentido

Além de oportunizar isso à família Schwartz, o Festival terá um sabor ainda mais especial: durante a programação, o restaurante Siedlertal vai comemorar seus 20 anos.

Forte cultura

Deise Brandalise. Foto Divulgação

Deise Brandalise também não conhecia o estado de origem da sua família. E a partir das pesquisas para o Festival Gastronômico que ela pode saber mais sobre seus descendentes. Segundo ela, seus parentes vieram de uma região pequena de Rheinland & Saarland. Ao estudar mais sobre o local, observou que além dos ingredientes tradicionais, como carne de porco e batatas, os costumes de lá incluíam itens diferentes como o bacon e a forte cultura dos vinhos.

Conversando com a família sobre essas informações, descobriu que sua vó, já falecida, costumava fazer uma receita que levava estes ingredientes. E foi inspirada neste preparo que criou o seu prato para o evento. Para ela, esta foi uma forma de homenagear sua história.

– Ficamos bem felizes em poder trazer as tradições do nosso estado em uma comida que também fala sobre minhas origens.

Serviço

O Festival Gastronômico de Pomerode acontece até o dia 21 de julho, no Centro de Eventos da cidade (Avenida 21 de Janeiro, 2700, Centro).
De segunda a quarta-feira, o horário de funcionamento é das 18h às 23h.
Já de quinta a sábado, das 18h às 00h.
Aos domingos, o evento acontece das 10h às 15h.

 

Leia mais:

Férias de julho: dicas de hospedagem com desconto do Clube NSC
Trabalhe em vinhedos de Portugal em troca de hospedagem, alimentação e conhecimento