Ford vs Ferrari é uma imersão cinematográfica rara e de bom gosto

Foto: Divulgação

*Andrey Lehnemann, especial

 

Uma das repetições mais inteligentes presentes no filme de James Mangold, Ford vs Ferrari, é o silêncio. Ele é absorvido pelo público em quatro situações diferentes, por homens distintos, vivendo vidas distintas – a primeira delas é com Shelby, que, após sair de um carro pegando fogo, decide voltar às pistas para enfrentar seus limites como velocista e ser humano; na segunda, Henry Ford II desliga os motores de sua empresa em busca de algo que lhe (re) desperte a sua paixão e suas finanças, na mesma intensidade; na terceira delas, Ken Miles consegue sentir as rotações de seu carro perto de cruzar a linha de chegada e vencer uma de suas muitas corridas; na última delas, os olhos de Peter testemunham o calor das chamas que consomem um dos veículos de teste da Ford.

De alguma maneira, todos esses personagens refletem sobre a pergunta principal que Shell levanta no início e no final do longa-metragem: “quem é você?”.

Leia também: Confira as salas de cinema de SC que oferecem desconto e fique por dentro da programação dos filmes

As respostas são colocadas aqui e ali sobre cada um de seus personagens, em situações banais, cotidianas, embora reveladoras. Enquanto Shell, vivido por Matt Damon com habilidade cirúrgica, evidencia o controle que possui sobre seu forte temperamento para prosperar num ramo maquiavélico, é Ken Miles, personagem de Christian Bale (o melhor ator de sua geração), que pode ser o que Shellby não pode mais. Com um sotaque acentuado, um comportamento errático, cínico e tempestuoso, Bale imprime uma paixão, inteligência e ferocidade à Miles que nos cativa desde seu primeiro minuto em cena. Ken só deixa sua família e amigos o acompanharem, inclusive em seu raciocínio, controlando suas afirmações para quem ama e tratando com desdém aqueles que não entendem a própria ignorância. Afinal, é tudo uma questão de limites, como pontua Bale numa das cenas mais fortes de Ford vs Ferrari, ao levar seu filho para o meio de uma pista de pouso e descrever os limites do homem (“poucos sabem quais são os seus”).

Ao visualizar o limite do carro que seu pai pilota, Peter é tomado por um grave silêncio, que lhe intranquiliza pelo resto da narrativa. Ele testemunha que inclusive seu pai é passível de certos limites. Com um design de som que fortalece momentos como esse, sem deixar de citar os sons abafados de acidentes, Ford vs Ferrari encontra, igualmente, ressonância cinemática na relação da equipe que cerca Ken Miles e Shellby. Tracy Letts, por exemplo, é um magnata que ainda que reencontre instantes de euforia e sensibilidade com seus produtos não pensa duas vezes em se deixar levar pelo marketing espetaculoso de seu vice-presidente, Leo Beebe. E se Lee lacocca separa seu lado pessoal do particular com êxito e Phil serve como porto-seguro da equipe na mesma medida que Caitriona Balfe serve como a fortíssima esposa de Miles, o pequeno Peter Miles (Noah Jupe) é uma revelação. Ele é quem nos incide no mundo tênue da burocracia e da paixão pelo esporte.

Na jornada de James Mangold, afinal, a obsessão de seus personagens pela vitória acompanha todos eles aos seus limites morais e imorais. Cenas como Shell levando o cartaz para Miles acelerar o carro, por exemplo, reconecta-nos com o que de melhor o cinema norte-americano já produziu e ainda é capaz de produzir: sensações magnetizantes que, por mais que saibamos exatamente o que nos provoca a tê-las, ainda nos emocionam. A busca pelo silêncio, assim, torna-se algo esperado pelos protagonistas tanto quanto pelo espectador, que está à procura de um êxtase similar – ainda que, neste caso, cinematográfico.

Sócios do Clube NSC têm até 50% de desconto nos cinemas:

  • Cinemulti
  • GNC Cinemas
  • CineShow
  • Cinesystem Cinemas
  • Paradigma Cine Arte
  • Arcoplex Cinemas

Para ser sócio do Clube NSC, você deve assinar um dos jornais ou o NSC Total em assinensc.com.br. A partir de R$ 9,90 por mês na modalidade digital, você tem acesso a todo o conteúdo e tem direito a utilizar os descontos do Clube em festas, shows, restaurantes, cinema, educação, serviços e muito mais. Aproveite, os benefícios são ilimitados. Saiba mais em clubensc.com.br