Garçom pede indenização de R$ 30 mil a Fiuk por falsa acusação

Incidente teria ocorrido no Hotel Sheraton do Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro

Fiuk
Foto: Guilherme Pinto/Agência O Globo

Fiuk está sendo processado por um garçom do Hotel Sheraton do Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro. O profissional afirma que o músico o acusou injustamente de furto de um celular e, por isso, pede R$ 30 mil de indenização.

De acordo com o autor do processo, Fiuk se dirigiu à recepção do estabelecimento e acusou o garçom de ter furtado seu celular durante o serviço de quarto para retirada de louça suja.

O garçom ingressou com uma ação na 8ª Vara Cível do Rio e ainda contou que, após a chegada da polícia, que não encontrou nada com ele, o artista não se desculpou e continuou o ofendendo.

A asssessoria de Fiuk disse ao site Uol que não irá se pronunciar sobre o assunto.

O processo corre na Justiça desde novembro de 2014.