Georgia Furlan, modelo catarinense com síndrome de down, representa o Brasil em concurso mundial

Georgia Furlan
Foto: Instagram/Reprodução

A catarinense Georgia Furlan representou o Brasil no troféu Global Social Awards, que reconhece influenciadores digitais de todo o planeta que mais exercem influência positiva e inspiram os seus seguidores nas redes sociais. Na cerimônia realizada na noite de ontem, 29, em Praga, na República Tcheca, a modelo com síndrome de down não levou o título da categoria Rising Star (Estrela em Ascensão) na qual estava concorrendo, mas agradeceu pelas redes sociais o apoio que recebeu de todos os seus seguidores.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Mais uma missão cumprida! Foram mais de três meses entre Indicação, nomeação, votação, semi final e a grande final. Não venci o prêmio na minha categoria, mas ganhei muitos amigos e uma grande experiência. Foi tudo incrível e mágico! Simmm chorei qdo ñ fui chamada… afinal eu estava querendo muito levar esse título p Brasil, ainda mais que somente eu e outra brasileira a queridíssima @paola_antonini estávamos representando o nosso País. Quero muito agradecer ao @socialawards pela grande oportunidade, a vcs q votaram e acreditaram em mim, ao @atelierpawlick @luhanapawlick pelos belíssimos vestidos meu e da minha mãe e a minha família que está sempre presente. E que venham outros🙏❤🇧🇷 . .@socialawards ❤ . .#socialawards #thinksocial

Uma publicação compartilhada por Georgia Furlan Traebert (@georgiafurlan.oficial) em

Além de Georgia, o Brasil estava representado pela modelo, apresentadora e colunista Paola Antonini, destaque nas redes por dividir seu dia a dia e sua história de superação e aceitação. Paola, de 24 anos, teve que amputar a perna em 2015, após um atropelamento. Paola estava concorrendo com outros nove influenciadores a categoria de Impacto Social & Mudança e levou o primeiro lugar.

Leia mais:

Modelo catarinense com Síndrome de Down participa do “Encontro”

Modelo catarinense com Síndrome de Down faz sucesso na internet