Gestação saudável não significa comer por dois

As necessidades calóricas aumentam apenas 300 calorias no segundo e terceiro trimestres gestacionais

grávida
Foto: Pexels

Quem já não ouviu falar que gestante deve comer por dois? Que é momento de extravasar e que a gravidinha pode se permitir comer tudo o que quiser e quanto quiser? Pois é aí que mora o perigo!

Grávida não deve comer por dois, grávida deve comer saudável. É verdade que a gestação não é um período de restrições alimentares e que não deve se fazer nenhum tipo de “dieta”, mas sim, é preciso se alimentar de forma equilibrada, variada e colorida, sem nenhum tipo de excessos.

A gestação é um período fundamental dentro dos primeiros 1.000 dias do bebê. Já na gravidez, começamos a formar o paladar da criança, como falamos em colunas anteriores.

Uma alimentação equilibrada na gestação ajudará a mãe e o bebê em vários aspectos:

· Facilitará o ganho de peso adequado durante a gestação;

· Evitará a retenção de peso no pós-parto, ou seja, a mãe perderá os quilos ganhos durante a gestação com mais facilidade;

· Garantirá as necessidades nutricionais da mãe e do bebê tanto na gestação quanto após o parto;

· Evitará o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados, gorduras trans e açúcares de adição, que podem ser prejudiciais para a saúde da mãe e do bebê;

· Trará prevenção contra diabetes gestacional e pré-eclâmpsia para a mãe e prevenção contra doenças crônicas ao longo da vida do bebê;

· Auxiliará na prevenção de complicações no parto;

· Diminuirá o risco de retardo do crescimento intrauterino assim como reduzirá a chance de ter um bebê pequeno ou grande para a idade gestacional.

 

Sabendo de todos esses benefícios, trazemos algumas recomendações para você que está grávida ou pretende engravidar:

· Exponha-se diariamente ao sol, bem no comecinho da manhã ou no finalzinho da tarde;

· Faça caminhadas diárias;

· Capriche na variedade de frutas, vegetais e leguminosas na alimentação;

· Prefira carnes magras;

· Todo dia, coma um punhadinho de oleaginosas, sementes de abóbora ou girassol e frutos secos, você pode montar um mix;

· Não coma por dois, coma com equilíbrio;

· Garanta gorduras boas na sua alimentação, tais como abacate, linhaça dourada triturada, semente de chia, peixes, azeite de oliva, dentre outros;

· Consulte um nutricionista para planificar a sua alimentação de forma individualizada;

· Hidrate-se, carregue sempre uma garrafinha de água com você.

 

Leia mais:
Você sabia que hábitos saudáveis podem prevenir a osteoporose?
Seu filho não quer provar novos alimentos? Veja dicas que podem ajudar no processo
A introdução alimentar do bebê deve ser feita no tempo certo, com respeito e paciência