Florianópolis recebe curso intensivo para mulheres de contoterapia

Foto: Divulgação

Nos dias 30 de junho e 01 de julho, sábado e domingo, o Grupo Lobas promove o Curso Intensivo de contoterapia sobre 19ª e última fábula do Livro Mulheres que correm com os Lobos, escrito pela psicanalista junguiana Clarissa Estés Pinkolas. O conto A Donzela sem mãos aborda o rito da resiliência e da superação sem perder a esperança e a doçura. O encontro, que será comandado pelos psicólogos Paulo Pimont e Sonia Farias – que também é a idealizadora desse projeto, acontecerá no Instituto Ipê Roxo (Rua Professor Aírton Roberto de Oliveira, 64 – 706 – Itacorubi, Florianópolis). Serão aproximadamente 15 horas de imersão num final de semana que promete ser transformador.

Os encontros do Grupo Lobas são direcionados para mulheres que se sentem cansadas, pressionadas, deprimidas, assoberbadas com suas vidas ou com o acúmulo de funções, ou encolhidas perante o medo de dar um novo passo. Os encontros vão em busca do resgate da auto-estima, do amor próprio, da independência e, principalmente, do autoconhecimento.

 

O livro: Mulheres que correm com os Lobos

Os lobos foram pintados com um pincel negro nos contos de fada e até hoje assustam meninas indefesas. Mas nem sempre eles foram vistos como criaturas terríveis e violentas. Na Grécia antiga e em Roma, o animal era o consorte de Artemis, a caçadora, e carinhosamente amamentava os heróis. A analista junguiana Clarissa Pinkola Estés acredita que na nossa sociedade as mulheres vêm sendo tratadas de uma forma semelhante. Ao investigar o esmagamento da natureza instintiva feminina, Clarissa descobriu a chave da sensação de impotência da mulher moderna. Seu livro, Mulheres que correm com os lobos, ficou durante um ano na lista de mais vendidos nos Estados Unidos. Abordando 19 mitos, lendas e contos de fada, como a história do patinho feio e do Barba-Azul, Estés mostra como a natureza instintiva da mulher foi sendo domesticada ao longo dos tempos, num processo que punia todas aquelas que se rebelavam. Segundo a analista, a exemplo das florestas virgens e dos animais silvestres, os instintos foram devastados e os ciclos naturais femininos transformados à força em ritmos artificiais para agradar aos outros. Mas sua energia vital, segundo ela, pode ser restaurada por escavações ‘psíquico-arqueológicas’ nas ruínas do mundo subterrâneo. Até o ponto em que, emergindo das grossas camadas de condicionamento cultural, apareça a corajosa loba que vive em cada mulher.

 

Serviço

Quando: 30 de junho e 01 de julho de 2018 – sábado e domingo – das 9h às 18h
Local: Instituto Ipê Roxo – Bairro Itacorubi – Florianópolis
Facilitadores: Sonia Farias e Paulo Pimont
Valores: Novas Participantes – R$ 680,00 / Lobas Mensalistas – R$ 570,00 – Sócio do Clube NSC têm desconto de 10%
Informações:  grupolobas@gmail.com ou whatsapp: (48) 99122-2904
Inscrições Aqui