Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, recebe exposição de 19 telas de Hassis

A exposição de Hassis ficará por um mês na Toca da Garoupa a partir do dia 21 de dezembro

Painel sobre a Guerra do Contestado de Hassis Foto: Fundação Hassis / Reprodução

As 19 telas que compõem a coletânea “O circo”, de 1972, de Hassis, produzidas com nanquim aguada e cryon sobre papel, estarão disponíveis para apreciação do público que poderá conhecer um pouco mais os traços deste artista tão expressivo, que faleceu em 2001, deixando um legado importante para a cultura catarinense.

Hassis segue imortal ocupando a cadeira 28 da Academia Catarinense de Letras e Artes e a Fundação Hassis, no bairro Coqueiros, inaugurada no ano de sua morte, que também mantém vivos o talento e sensibilidade do artista que tinha o cotidiano da Ilha como matéria prima.

Igreja de São Francisco – Florianópolis 1970. Serigrafia sobre papel. (Hassis). Foto: Acervo MASC

A exposição de Hassis ficará por um mês na Toca da Garoupa de Santo Antônio de Lisboa, a partir do dia 21 de dezembro, até que uma nova exposição de artista local irá ocupar o espaço que promete ser democrático, passeando pelos mais variados estilos de artes plásticas.

O espaço privilegiado da casa promete abrigar exposições de artistas da Ilha. A mostra de abertura será assinada pela Fundação Hassis, que cuida das obras do artista plástico que retratou, como poucos, as nunces e particularidades de Florianópolis.

Leia também:

Florianópolis recebe a exposição “Zumblick – O pintor da história catarinense”