Emilim Schmitz: um roteiro a pé para descobrir Londres em um dia

Voltei de viagem da Europa nesta semana depois de passar cinco dias em Londres e dois dias em Amsterdã. São cidades extraordinárias que, definitivamente, ganharam meu coração. Eu poderia ficar um mês em cada uma delas e ainda assim não ficaria satisfeita, tamanha foi minha paixão em visitá-las.

Mas como eu tenho recebido muitas perguntas sobre como aproveitar Londres em apenas um dia, resolvi tentar resumir com alguns dos programas que eu mais gostei. Uma dica: divida sua programação em manhã, tarde e noite reunindo os passeios pela região, assim você vai conseguir aproveitar o máximo possível. Comece cedo, 8h já esteja na rua para fazer valer o seu dia.ara

Manhã

Café da manhã no Sky Pod Bar com uma vista incrível de Londres, inclusive do The Shard, o prédio mais alto da Europa. Você pode fazer reserva para um café ou apenas agendar um walking tour gratuito pelo espaço. Vai amar!

Tower Bridge – após 13 minutos caminhando você estará na ponte mais icônica de Londres, inaugurada em 1894 para atender os moradores da região leste, já que até então todas as outras pontes se concentravam na região oeste da cidade. Ela abriga uma exposição permanente contando toda a sua história.

Emilim Schmitz em Londres

O Gherkin e a Torre de Londres. Foto: Max Nash, AP

 

Tower of London – passe pelo ex-castelo e ex-prisão, prédio que hoje guarda as joias da coroa britânica e também expõe alguns objetos de tortura já utilizados no seu interior.

Rio Tâmisa – caminhada pelas margens do Rio Tâmisa, que corta toda a cidade de Londres e é o maior rio inteiramente dentro do território inglês. Você vai passar pelo prédio da Prefeitura e pelo HMS Belfast London, navio utilizado na Segunda Guerra Mundial.

Bourough Market – almoce no mercadão mais antigo de Londres (desde 1850) repleto de barraquinhas de comidas e doces do mundo todo.

Tarde

Tate Modern

A galeria Tate Modern Foto: Hayes Davidson, divulgação

Tate Modern – um dos maiores museus de arte moderna do mundo. O prédio era uma antiga usina termoelétrica e hoje abriga as mais incríveis obras de arte contemporânea da Europa. E o melhor, é de graça, assim como a maioria dos museus londrinos.

Millenium Bridge – após a construção da Tower Bridge em 1894 nenhuma outra ponte havia surgido em Londres até o lançamento da Millenium, criada para comemorar a passagem do milênio no ano de 2000.

St. Paul’s Cathedral – uma das maiores igrejas do mundo e onde casaram-se o Príncipe Charles e a princesa Diana.

London Eye – se estiver com sorte e pegar um dia ensolarado em Londres, esse programa é mais que perfeito. É a quarta maior roda gigante do mundo e a vista é incrível lá de cima. Mas se o tempo estiver muito fechado, apenas passe pra vê-la.

A London Eye e o Big Ben, ao fundo, antes do período de reformas. Foto: Rob Stothard, AFP

A London Eye e o Big Ben, ao fundo, antes do período de reformas. Foto: Rob Stothard, AFP

Palácio de Westminster e Big Ben – para a tristeza dos admiradores do relógio do Palácio de Westminster, popularmente conhecido como Big Ben, ele está em reforma coberto de andaimes e ficará assim pelos próximos quatro anos. Engole o choro porque essa é a realidade.

Abadia de Westminster – igreja maravilhosa com mais de 3 mil túmulos, inclusive de Charles Darwin e Isaac Newton. Eu recomendo a visita.

Noite

Covent Garden – o bairro mais gostoso de Londres. Muitos pubs, lojas, docerias. Um encanto de lugar. Conheça o Covent Garden Shopping. Você vai se apaixonar.

Balthazar – um café-restaurante lindíssimo, com um atendimento impecável. Jante por ali.

Piccadilly Circus – vá caminhando até a Picadilly Circus, a Times Square de Londres, para ver todas as suas luzes, agito, lojas e restaurantes de rede como Shake Shak e Bubba Gump Shrimp.

Para fechar a noite, escolha um pub de sua preferência (são muitos) e tome um pint das melhores cervejas inglesas. Com este roteiro, você aproveitará bem Londres, mas eu sugiro pelo menos dois dias na capital inglesa. São muitos museus e outros lugares históricos imperdíveis.

 

Leia mais:

Catarinenses adeptos do crossfit relatam os resultados do esporte no corpo e na saúde

Lugares para conhecer Nova York por um ângulo menos turístico

Está pensando onde passar o Réveillon? Paris pode ser uma ótima opção

 

 

Emilim Schmitz
Jornalista e apresentadora com um canal no Youtube falando sobre minha grande paixão: viajar.

Deixe seu comentário

Tags:,