No carnaval, vale relembrar que NÃO é NÃO: e outras dicas pra evitar fraudes, furtos e curtir a folia com segurança

Fotos: Marco Favero e Divulgação

Tudo bem que o álcool deixa todo mundo mais alegre. E mais vulnerável. Por isso é fundamental lembrar algumas regras básicas. A principal delas é bem clara: não é não. Para curtir o carnaval em segurança, a delegada titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso da Capital, Michele Correa, sugere algumas dicas:

Denuncie!

Aproveite a folia, curta as paqueras. Mas se você sentiu qualquer tipo de desconforto diante a abordagem e insistência de alguém (tem quem ainda não entenda que NÃO é NÃO), denuncie. Isso é assédio.

 

Imagem: Reprodução

— Procure um policial ou seguranças em caso de eventos privados. Relate o que ocorreu e aponte a pessoa que teve mau comportamento para que seja retirado do local — orienta a delegada.

Casos de abuso, procure imediatamente a polícia, vá numa delegacia e denuncie.

Companhia dos amigos

Ainda é preciso estar atendo com quem se anda. Por isso, a dica é sempre andar com amigos e evitar pegar caronas com desconhecidos.

Na luz

Lugares ermos e mal iluminados são um chamariz para os não quem não têm boas intenções. Se puder, passe longe.

As dicas de mãe sempre são válidas

A cartilha de dicas da Polícia Militar de SC é parecida com os bons conselhos de mãe. E esses são sempre bons seguir. Aqui elencamos dicas simples sugeridas pela PM para curtir a folia na boa:

As crianças adoram brincar no carnaval. Lembre-se de identificá-las Foto: Pexel, Divulgação

  • Mantenha objetos (celular, carteira, bolsa) à frente de seu corpo
  • Tenha especial atenção com crianças. Uma boa alternativa é identificá-las com etiquetas
  • Marque pontos para reencontros caso haja separações no grupo
  • Beba de forma consciente. E NÃO aceite bebida de pessoas que você não conhece
  • Dê preferência ao uso de transporte coletivo, táxi ou uber, para evitar problemas com estacionamento, danos e furtos. SE BEBER, NÃO DIRIJA.
  • Esteja atento às movimentações como empurrões e esbarrões. Ao perceber a presença de pessoas em atitudes suspeitas, afaste-se do local e acione o 190 ou um policial que esteja nas proximidades

Previna-se das fraudes

E aí a dica número 1 é: não use cartão. Nem de crédito e nem de débito. Tenha dinheiro em mãos e guarde-o num lugar escondido. Dentro das meias é um bom truque. Se não rolar sair sem cartão, o principal conselho: preste atenção ao valor a ser pago. Alguns comerciantes usam de má fé e colocam um valor diferente – muito mais do que a conta real – e, na hora da pressa (e da vulnerabilidade do álcool), o usuário não percebe.

Foto: Pexel, Divulgação

O delegado Daniel Zucon, da Divisão de Defraudamento da Polícia Civil de SC, orienta o seguinte:

  • Não compartilhe dados com outras pessoas
  • Jamais entregue o cartão a um funcionário de estabelecimento
  • Preste atenção no valor a ser pago
  • Ao digitar a senha, procure ficar longe de aglomerações. Fique atento
  • Guarde o cartão em algum lugar que você tenha controle, como o bolso da frente
  • Ative o serviço de SMS, que avisa por mensagem a cada compra efetuada com cartão

Tudo sobre o carnaval 2018

Veja as fantasias e adereços que vão arrasar 

Saiba quais músicas vão bombar em 2018

Confira 3 dicas de maquiagem e cabelo para curtir o carnaval

Dos tradicionais desfiles de escola de samba às baladas eletrônicas: confira 21 festas de Carnaval com descontos do Clube

Grupo Rouge faz show em Florianópolis no Carnaval

Somos uma plataforma multimídia que mostra o estilo de vida de Santa Catarina de forma leve e inovadora. A Versar integra os veículos do grupo NSC Comunicação.

Deixe seu comentário