Tatiane Marafon: Não esqueci você

Por Tatiane Marafon, psicóloga do Lapidar Terapias

A verdade é que eu ainda não esqueci você.

Dizer que tirou alguém da sua vida é fácil, difícil no entanto, é sustentar essa afirmação.

Parece fácil, afinal, há pessoas que entram em um relacionamento com a frase pronta: “se não der certo, não deu”, ou ainda, “terminou e pronto, eu não volto atrás”. Lembram da frase que virou clichê há pouco tempo? A famosa “a fila anda”?

Gostaria de concordar que tudo é milagroso assim, porém, os consultórios estão cada vez sendo mais procurados pela demanda de esquecer um ex. Ok, talvez esquecer não seja bem a palavra, mas fazer o desligamento afetivo sabe? Conseguir definitivamente fazer a fila andar.

As pessoas confundem muito o ter alguém do seu lado com o deixar ir daquele que passou. Não sei a crença de vocês, mas a minha é de que um amor não cura o outro não.

O único amor que cura é o amor próprio.

Enquanto você não conseguir conviver com a lembrança que um ex relacionamento te traz ou curar a dor que ele te fez sentir, não adianta embarcar em outro relacionamento. Isso é claramente usar o outro.

Faça o teste. Você procura saber se o ex mora na mesma cidade? Sente o coração pulsar mais forte quando sabe que ele (a) esteve junto de outra pessoa num restaurante que vocês frequentavam?  Busca acompanhar por fotos nas redes sociais se ela já teve casou ou teve filhos?

Quaisquer das perguntas que tenham recebido um sim como resposta devem ser observadas… seu consciente vai criar agora mil justificativas e você tentará se convencer de que não faz isso por amor, e eu te respondo: pode não ser amor, mas é apego. Apego daqueles que fará com que você baseie seu crescimento e conquistas pela vida do outro, e quando menos perceber estará casado por que o outro casou, estará julgando a forma com que o filho do outro se comporta e lembrando que não foi desta forma que vocês combinaram educar vossos filhos, frequentando lugares com seu novo par “só pra mostrar que já está em outra”.

Então isso é esquecer? Perceba, mesmo quando você toma decisões totalmente diferentes das que tomaria ao lado dele, o centro continua sendo ele. Sua vida está à sombra dele. Seu crescimento depende do desligar-se dele. Então responda a si mesmo: o que ainda te prende à lembrança deste amor? E ao encontrar a resposta conseguirá de fato ver quem é o próximo da fila.

Leia mais:

Tatiane Marafon: guardem suas fotos, isso é um conselho

Tatiane Marafon: as pessoas só se relacionam por interesse

Tatiane Marafon: é um pleonasmo sim, mas se é passado já passou

Somos uma plataforma multimídia que mostra o estilo de vida de Santa Catarina de forma leve e inovadora. A Versar integra os veículos do NSC Comunicação.

Deixe seu comentário