Beto Barreiros: época de tainha, elas estão chegando

tainha
Foto: Sergio Vignes

Basta cair bruscamente a temperatura no nosso litoral, que as tainhas encostam em busca de águas mais quentes. No Pântano do Sul, quando é feita a primeira pesca, o seu aroma fica no ar. É bonito ver a tradição. Lá, enquanto são pescadas pelos mais fortes puxando as suas redes, é possível ver os idosos, as viúvas e as crianças órfãs esperando pacientemente o peixe que é separado pelos pescadores só para eles. Ninguém fica sem saborear a sua. É uma linda tradição.

Tainha em posta frita com pirão de caldo (serve 2 pessoas):

Ingredientes
6 postas de tainha cortadas com 2 cm de espessura (reserve as carcaças do peixe para o pirão)
Óleo para fritar
2 dentes de alho amassados
1 dente de alho picado
Limão laranja e sal para temperar
Coloral
Meia cebola picada
Meia cebola ralada
Tempero Verde
1 limão

Modo de preparo da tainha
Após pingar algumas gotas de limão, esfregue o alho com o sal e reserve. Utilizando uma frigideira, coloque bastante óleo, deixe aquecer e, em seguida, coloque três das seis postas para fritar de cada vez até dourar como na foto.

Modo de preparo do pirão
Cozinhe a carcaça da tainha em água com sal, um pouco de coloral, meia cebola picada, o dente de alho picado, a cenoura ralada e, no final, adicione o tempero verde. Deixe cozinhar por 15 minutos. Em seguida, coe tudo, coloque em uma panela rasa e aos poucos vá acrescentando a farinha de trigo até atingir o ponto certo.

Leia mais:
Beto Barreiros: patê de ouriço negro, carne de panela francesa e limão galego
Beto Barreiros: “Um tributo à cozinha clássica francesa”
Beto Barreiros: vieiras, aperitivo de berbigão e salada de camarão