Desafios de hashtags movimentam Instagram de ilustradores catarinenses

Exigindo publicações diárias de novos desenhos, Drawing Challenge também é vitrine para os artistas

Ilustração de Bruna Mendes para o desafio huevember

A ideia é inspirar e movimentar a comunidade artística nas redes sociais, com ilustrações diárias de temas em comum. Proposto por ilustradores famosos, brasileiros ou estrangeiros, os Drawing Challenges desafiam artistas a fazerem um desenho por dia, seguindo listas com 30 (ou 31, dependendo do mês) sugestões para seguir durante o mês.

Cada dia é definido por uma cor diferente

Em novembro, um dos desafios que está dominando as redes sociais de ilustradores catarinenses, o #huevember, define cores específicas para cada dia. A tabela, que começa com amarelo e termina com verde, inspirou a design Bruna Mendes.

– Achei a ideia muito legal – postar um desenho com uma cor principal a cada dia do mês de novembro, seguindo uma ordem cromática que, depois de alguns desenhos feitos, fica bem interessante de visualizar junto. Eu tentei buscar inspiração em cada cor, ver o que cada uma me fazia lembrar, qual o sentimento que ela passava. Não segui nenhuma lista, mas são desenhos que eu tenho feito de maneira bem livre, até sem esboço, só com o que me vem à cabeça no momento mesmo.

O huevember é um desfio ainda pouco difundido no meio artístico, a hashtag do desafio tem pouco mais de 70 mil postagens. Já a #inktober, que aconteceu no mês de outubro, registrou mais de 12 milhões de participações de artistas no mundo todo usando técnicas tradicionais, com tintas como nanquim.

Nanquim é uma técnica milenar chinesa, utilizando uma tinta preta super pigmentada. Há mais de dois mil anos, artistas chineses aplicavam a tinta em pedaços de seda usando pincéis de madeira ou bambu. Hoje, a pintura com nanquim é praticada em desenhos, aquarelas e na escrita, muito comum na prática de caligrafia artística, uma herança cultural dos manuscritos. O bambu foi substituído e a tinta pode ser aplicada com bico de pena, caneta técnica ou caneta descartável. O resultado dos trabalhos em nanquim são delicados e permitem traços finos e precisos.

Neste desafio Pedro Correa fez desenhos os 31 desenhos à mão e enfrentou, pelo segundo ano consecutivo, a dificuldade de criar ilustrações diferentes para cada dia do mês.

– Para o inktober eu apenas faço desenhos à mão, utilizando nanquim, mas tem bastante gente fazendo em meios digitais também. Eu acho válido, pois o exercício maior é que a pessoa faça uma ilustração por dia durante um mês, e isso por si só já é um desafio bem grande.

A participação rendeu ao Pedro contratos para diversos trabalhos, além de um patrocínio.

– Eu conheço muitos ilustradores incríveis aqui do estado que participaram de vários desafios, eu adoro seguir e acompanhar a evolução de cada um, é muito legal. Temos uma variedade bem grande de ilustradores de todos os estilos e gostos, com backgrounds bem diferentes, vale a pena acompanhar. – finalizou Bruna Mendes.

Leia também:

Conheça o trabalho ativista e inspirador da artista catarinense Camila Rosa

Parque Gráfico – Feira de Arte Impressa 2018 será no CEART, na Udesc

Fofura: 30 ilustradores de todo mundo criaram desenhos para ajudar o projeto Adote um Ronrom, de Florianópolis