Kesha acusa produtor de ter estuprado Katy Perry, diz revista

Cantora já havia denunciado Dr. Luke de tê-la drogado e abusado sexualmente

kesha
Kesha (E) teria enviado mensagem de texto dizendo que Katy Perry (D) foi estuprada por antigo produtor Foto: Montagem sobre fotos do / Instagram
A briga entre a cantora Kesha e o produtor musical Dr. Luke ganhou uma terceira pessoa. De acordo com documentos relacionados ao processo que a cantora moveu contra seu antigo colaborador — e obtidos pela revista americana Variety —, ela o acusa de ter estuprado Katy Perry.
A afirmação estaria em uma mensagem de texto que Kesha enviou à Lady Gaga em 2016, mas foi usada pela defesa do produtor Dr. Luke como forma de refutar as denúncias que a cantora fazia. Entre as queixas, a de que o antigo produtor deu drogas para Kesha e também abusou dela. Essas, no entanto, são conhecidas desde que Kesha decidiu se afastar profissionalmente de Dr. Luke. Ele nega todas as acusações.
De acordo com a Variety, Katy Perry nunca acusou Dr. Luke publicamente. A defesa do produtor diz que as acusações movidas por Kesha são “mentiras ultrajantes”. Ele moveu um processo contra a cantora pedindo indenização pelas “falsidades”.
A polêmica entre Kesha e Dr. Luke se arrasta desde 2016, quando a cantora tentou se afastar do produtor sob justificativa de que ele abusava dela física e e psicologicamente. Ele, por outro lado, alega que as acusações são parte de uma tentativa de extorsão.
Leia também: