“Não somos objetos para entreter o mundo”, diz Lady Gaga em discurso emocionante sobre ser mulher

Foto: AFP

Lady Gaga foi uma das homenageadas como uma das mulheres da Revista ELLE, em evento na noite de segunda-feira, 15. A cantora, que está em cartaz nos cinemas com o filme Nasce Uma Estrela, fez um discurso emocionante sobre saúde mental.

No palco, Gaga chorou. E emocionou a todos com palavras tocantes.

Em seu discurso, ela fez uma referência com os looks que usou recentemente nos red carpets que frequentou, para promover o musical estrelado ao lado de Bradley Cooper. As roupas que vestiu. A imagem que transmitiu. Tudo isso era uma metáfora para dizer o que significa ser mulher em Hollywood. E seguiu:

– Eu experimentei vestido após vestido hoje, me preparando para este evento, um colete apertado atrás do outro, um salto atrás do outro, um diamante, penas, milhares de tecidos com contas e as mais belas sedas do mundo. Para ser sincera, me senti mal do estômago. E eu me perguntei: o que realmente significa ser uma mulher em Hollywood? Nós não somos apenas objetos para entreter o mundo. Nós não somos simplesmente imagens para trazer sorrisos ou caretas para os rostos das pessoas. Nós não somos membros de um concurso de beleza gigante destinado a ser uma contra a outra para o prazer do público. Nós, mulheres de Hollywood, somos vozes! Temos pensamentos e ideias profundas, crenças e valores sobre o mundo e temos o poder de falar e ser ouvido e reagir quando somos silenciados – disse a artista.

Gaga continuou e explicou a razão de ter escolhido um terno masculino para a ocasião.

Lady Gaga
Foto: AFP

– Como uma mulher que foi condicionada em uma idade muito jovem para ouvir o que homens me disseram para fazer, eu decidi hoje que queria levar o poder de volta. Hoje eu uso calças – afirmou.

A cantora lembrou o estupro que sofreu aos 19 anos e as doenças que desenvolveu a partir disso: depressão, ansiedade e distúrbios alimentares, além da fibromialgia, doença crônica que causa dores intensas no corpo e a fez cancelar a participação no Rock in Rio do ano passado. E concluiu:

– Vamos levantar nossas vozes. Eu sei que somos, mas vamos ficar mais altos. E não apenas como mulheres. Mas como humanos. E veja que existem grandes homens no mundo. E peça-lhes para segurar nossas mãos. Por justiça. Que nossas vozes sejam ouvidas. Qualquer que seja nossa história. Para uma posição igual. Vamos lutar pela justiça para mulheres e homens e para aqueles com outras identidades sexuais. Para mim, isso é o que significa ser uma mulher em Hollywood. Isso significa que eu tenho uma plataforma. Eu tenho uma chance de fazer uma mudança. Eu oro para que ouçamos, acreditemos e prestemos mais atenção àqueles que nos rodeiam para aqueles que precisam. Seja uma mão amiga. Seja uma força de mudança.

Em uma das fotos, Gaga aparece dando um forte abraço na cantora Jennifer Lopez, que também estava presente no evento. Arrepiante!

lady gaga
Foto: AFP