Lady Gaga pede desculpa por parceria com R. Kelly, acusado de abuso sexual

Cantora afirmou que irá banir a canção "Do What U Want" após tomar conhecimento de acusações

Foto: Netflix / Divulgação

A cantora Lady Gaga pediu desculpas na última quarta-feira (9) por ter feito uma parceria musical com o cantor R. Kelly. Trata-se da faixa Do What U Want, do disco Artpop, de 2013. Ela anunciou o arrependimento uma semana após a divulgação da série documental Surviving R. Kelly, exibida pelo canal Lifetime, que acusa o músico de cometer abusos sexuais por décadas.

“As alegações contra R. Kelly são absolutamente horríveis e indefensáveis. Como vítima de assédio sexual, fiz tanto a música quanto o clipe num momento sombrio da minha vida”, escreveu Gaga no Twitter.

A cantora ressaltou que não pretende mais fazer parcerias com R. Kelly. Ela também prometeu retirar a música das plataformas digitais.

“Meu objetivo (com a canção) era criar algo extremamente desafiador e provocativo porque eu estava com raiva, e ainda não havia processado o trauma que ocorreu na minha própria vida”, disse a cantora na rede social.

A cantora também afirmou que, se pudesse voltar no tempo, diria para sua versão mais nova procurar por ajuda em terapia, pois estava vivendo um trauma: “Se terapia não estivesse disponível, procuraria ajuda e falaria abertamente sobre o que enfrentei. Não posso voltar no tempo, mas posso seguir em frente e continuar apoiando mulheres, homens e pessoas de todas as identidades que foram vítimas de assédio sexual”.


Relatando décadas de abuso sexual do artista de r&b, Surviving R. Kelly traz entrevistas com artistas como John Legend e Chance the Rapper, além de ativistas do movimento #MeToo.

Leia também: 

Lady Gaga fala sobre assédio na indústria da música: “Era regra, não exceção”

Com trilha de “Nasce uma Estrela”, Lady Gaga conquista topo da Billboard pela 5ª vez

Não somos objetos para entreter o mundo”, diz Lady Gaga em discurso emocionante sobre ser mulher