Larissa Manoela: “Tenho responsabilidade em mostrar coisas positivas”

Foto: Larissa Trentini/Divulgação

Nem a falta de gasolina nos postos de combustíveis fez com que muitos pais desistissem de levar a criançada para o show da Larissa Manoela em Florianópolis. A apresentação, inédita na cidade, foi no Stage Music Park e reuniu milhares de “larináticas”, como são chamadas as fãs mirins da cantora e atriz – que, aos 17 anos, é uma das principais referências para o público infantil atualmente. Neste domingo, ela se apresenta na Festa do Pinhão, em Lages.

Larissa Manoela já tem dez anos de carreira. Além de cantora e atriz, ela é escritora e dubladora. Antes de estourar como a esnobe Maria Joaquina, na releitura brasileira de Carrossel, ela chegou a fazer trabalhos no GNT e na Globo. Mas foi em 2015, quando ganhou o papel de protagonista de Cúmplices de um Resgate, no SBT, na qual viveu as irmãs gêmeas Manuela e Isabela, que ela ficou ainda mais queridinha pela garotada. Só no Instagram, o fenômeno teen tem mais de 14 milhões de seguidores.

Foto: Larissa Trentini/Divulgação

Batemos um papo rápido com ela no camarim antes do show – que teve direito a quatro trocas de figurino e covers de Sandy e Junior e Luka (aquela do Tô Nem Aí). Confira:

Você já fez filme, musical, livro, novela, música… o que ainda não fez mas tem vontade?

Eu quero muito tocar instrumentos no meu show e eu pretendo focar nisso agora. Quero também muito fazer faculdade ano que vem, vou fazer cinema em São Paulo. Estou bastante empolgada, acho que vai ser uma porta a mais. Além de tudo que eu já faço, quero me especializar na área de direção. Então vai ser bem bacana. Acho que a gente sempre tem umas metas, a faculdade, tocar instrumentos… eu toco ukulele, que aprendi no Meus 15 anos, e a gente também está focando no inglês, que é extremamente importante. Meus pais estão junto comigo nessa e isso é muito bom.

Além de você ter uma rotina agitada, também compartilha muito da sua vida nas redes sociais. Consegue ter momentos de privacidade?

Eu costumo bastante compartilhar minha vida através de Stories, Snaps, mas eu tenho, lógico, momentos de lazer em que prefiro ficar quietinha em casa lendo um bom livro, ouvindo música, ficar com meu namorado, curtir meus cachorros… mas eu também saio bastante para cinema, shopping, viver como uma adolescente embora tenha tudo isso que eu faço.

Você tem um público infantil bem novinho. Que cuidados você toma, já que é um exemplo para esse público, principalmente agora que você está entrando na vida adulta?

Vejo que tenho muita responsabilidade em mostrar muitas coisas positivas para eles nesse mundo cheio de coisas ruins. A gente tenta sempre passar algo positivo para que eles tenham algo para se espelhar, inspirar, pensar sobre o futuro. Então automaticamente quando eu aprendo alguma coisa eu já passo para eles. É um público bastante carente, é difícil ter algo só para eles. Como eu já fiz muitas novelas infantis, tento sempre passar esse lado bom da vida que é exatamente o que essa nova novela que estou fazendo (As Aventuras de Poliana) diz. Fico muito feliz de passar esse recado.

 

Leia mais: