Catarinense lança livro que relata vivências com os filhos

Autora chapecoense é mãe de um menino com altas habilidades e de uma menina com síndrome de Down

Um menino com altas habilidades e uma menina com síndrome de Down são personagens principais da rotina da mãe, escritora e jornalista Juliana Vinhas. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Os desafios, as conquistas, as dores e as alegrias da vivência com os dois filhos: um menino com altas habilidades e uma menina com síndrome de Down são narrados pela jornalista e escritora Juliana Vinhas no livro “Mais que dois – o singular e o plural em uma maternidade não típica”, que será lançado neste sábado, oito de dezembro, em Chapecó.

A obra pretende partilhar a experiência materna real, a fim de contribuir com informações e inspirações para outras famílias e com a formação de educadores e leitores. A intenção, também, é fomentar discussões acerca da inclusão de crianças com situações que demandem atenção diferenciada, tanto no ambiente escolar quanto na comunidade em geral.

— Meu sonho é tornar a inclusão mais efetiva e eficiente e as famílias mais felizes. Considero esse livro o primeiro passo de uma longa caminhada de diálogos sobre inclusão. A obra trata, sim, dos meus filhos, da minha história, mas com a pretensão de retratar, também, inúmeras famílias que vivem as mesmas angústias, preocupações, desafios, alegrias, conquistas e superações. Somos uma coletividade. – destaca Juliana Vinhas.

Com patrocínio da Prefeitura Municipal de Chapecó, Secretaria de Cultura, Fundo Municipal de Cultura e Edital Municipal de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas do Município de Chapecó – 2018, além de uma parceria com o Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick (CAPP), o lançamento ocorrerá no Auditório da Prefeitura de Chapecó, às 14h do dia 8 de dezembro. O evento é aberto ao público.

Livro vai ser lançado dia 8 de dezembro em Chapecó
A autora

Juliana Vinhas é jornalista e especialista em Letras. Nascida em Pelotas/RS, reside há 18 anos em Chapecó/SC, onde cursou faculdade, pós-graduação, e tem trabalhado nas áreas de jornalismo e marketing nos últimos 15 anos. A autora concilia as atividades em comunicação com a maternidade e, no livro “Mais Que Dois”, alia o dom jornalístico de contar histórias à necessidade de dividir suas experiências como mãe. Este é o primeiro livro escrito pela jornalista e representa o início de um projeto maior, que trata de diálogo, inclusão e, acima de tudo, amor.

 

Leia também:
Ranchos de pesca são tema de livro lançado em Florianópolis
Jovem catarinense deixa a cidade grande para plantar orgânicos no interior