5 livros para quem quer se inteirar sobre racismo e feminismo

Até o dia 6 de julho, a Livraria Livros & Livros, de Florianópolis, amplia de 15% para 30% o desconto para sócios do Clube NSC

feminismo
Foto: Pixabay

Junho é mês de Copa do Mundo, mas também de aniversário da livraria Livros & Livros, de Florianópolis. E para comemorar seus 30 anos, até o dia 6 de julho a loja amplia de 15% para 30% o desconto para sócios do Clube NSC. A livraria, que ocupa um espaço nobre da Universidade Federal de Santa Catarina, oferece lançamentos de literatura nacional e estrangeira, reedições de obras clássicas, revistas literárias e vasta bibliografia coerente com a demanda dos cursos da instituição. Para servir de inspiração, a Livros & Livros compartilhou as cincos obras mais vendidas neste mês de promoção – cujos temas principais abordam racismo e feminismo. Confira:

 

Pele Negra, Máscaras Brancas, de Frantz Fanon
A obra, que teve sua primeira edição em português em 1963, fala sobre a negação do racismo contra o negro na França. É um clássico do pensamento sobre a Diáspora Africana, do pensamento da descolonização, do pensamento psicológico, da teoria das ciências, da filosofia e da literatura caribenhas. O autor revela ainda como a ideologia que ignora a cor pode apoiar o racismo que nega. (Editora EDUFB, 191 páginas, de ).

O que é Lugar de Fala?, de Djamila Ribeiro
Partindo de obras de feministas negras como Patricia Hill Collins, Grada Kilomba, Lélia Gonzalez, Luiza Bairros, Sueli Carneiro, o livro aborda, pela perspectiva do feminismo negro, a urgência da quebra dos silêncios instituídos. (Editora Letramento, 96 páginas).

Quarto de Despejo, de Carolina Maria de Jesus
O diário da catadora de papel Carolina Maria de Jesus deu origem à este livro, que relata o cotidiano triste e cruel da vida na favela. A linguagem simples, mas contundente, comove o leitor pelo realismo e pelo olhar sensível na hora de contar o que viu, viveu e sentiu nos anos em que morou na comunidade do Canindé, em São Paulo, com três filhos.
(Editora Ática, 200 páginas).

A Elite do Atraso – Da Escravidão à Lava-Jata, de Jesse Souza
Depois da polêmica aberta pelas obras A Tolice da Inteligência Brasileira e A Radiografia do Golpe, o autor e sociólogo Jessé Souza faz uma leitura do pacto dos donos do poder para perpetuar uma sociedade apoiada na escravidão. (Editora: Texto Editores, 240 páginas).

O Calibã e a Bruxa, Silvia Federice
O livro, que aborda questões levantadas pelo feminismo, serve de esboço para uma pesquisa que seria necessária com o objetivo de esclarecer as conexões, especialmente, na relação entre a caça às bruxas e o desenvolvimento contemporâneo de uma nova divisão sexual do trabalho que confinou as mulheres à função reprodutivo. (Editora Elefante, 464 páginas).

Leia mais:

Dia do Orgulho LGBTI: veja livros e discos sobre a temática

Guia de leitura: 22 livros catarinenses contemporâneos para ler

No Dia Mundial do Livro Infantil, confira um lista de obras para os pequenos