Manter cabelos e pele saudáveis no inverno é possível com hábitos simples

Para não deixar cabelos e pele ressecados, é preciso redobrar os cuidados com a hidratação em temperatura mais baixas

Foto: Pexels

Com o tempo mais frio e seco, o inverno chega deixando a pele e os cabelos ressecados naturalmente, provocando a necessidade de cuidados diários mais intensos e muita hidratação. Além do frizz que aparece nos fios, a baixa umidade do ar também altera a saúde do couro cabeludo, que pode se tornar mais oleoso, apresentar algumas dermatites e o aparecimento de caspa. Outro risco é a diminuição da camada natural de proteção, podendo causar coceiras e descamação.

Para evitar que ocorram esses desconfortos na estação mais fria do ano, a dermatologista Dra. Selma HéLène, da Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein, elenca cinco dicas essenciais:

1. Manter a água morna e não aumentar o tempo de banho – banho muito quente e demorado é o primeiro vilão do inverno. Com a queda de temperatura, a tendência é ficar mais tempo sob a água e deixar a temperatura do chuveiro mais alta.  Com isso, pode-se perder a camada de proteção de água e gorduras causando mais ressecamento para a pele e cabelos.

2. Usar xampus e sabonetes mais hidratantes – como o ressecamento da pele e dos cabelos já acontece naturalmente, principalmente no inverno, é indicado o uso de xampus e sabonetes mais hidratantes ou neutros, para diminuir a agressão e manter a qualidade da pele o do cabelo.

3. Aplicar protetor solar – em estações mais frias o sol não deixa de ser prejudicial, por isso, deve-se passar protetor – no mínimo fator 30 – no rosto, nas mãos, colo e braços, partes mais expostas que precisam de proteção diária sem esquecer de repassar na hora do almoço e antes de praticar atividades físicas.

4. Utilizar hidrante para rosto, corpo e lábios – com uma boa hidratação, garante-se a proteção contra a perda de água e gorduras da pele e dos cabelos.

5. Consultar um dermatologista – Para a pele e fios permanecerem saudáveis e com ótima aparência em todas as mudanças climáticas, é fundamental ir ao dermatologista frequentemente, pois, dependendo do tipo de pele, cuidados extras podem ser necessários e até mesmo reforçados.

 

Leia mais:
Moda: tons intensos trazem elegância para a estação fria
Foliculite: tratamentos estéticos podem ajudar a controlar esse problema
Olheiras: quais os tipos e tratamentos indicados para cada um