Luisa Mell se revolta com matança de animais em Brumadinho: “Desgraçados”

Defensora chegou a viajar até Minas Gerais para tentar ajudar na missão de resgate dos bichos

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, só serão executados os animais que não têm chance de serem resgatados. Foto: Andre Avila / Agencia RBS

Defensora contumaz dos animais, a apresentadora Luisa Mell protestou contra a decisão da Defesa Civil de Minas Gerais de sacrificar os bichos que ficaram atolados na lama após o rompimento da barragem de rejeitos em Brumadinho. A execução ocorreu nesta segunda-feira (28).

Acostumada a participar de missões de resgate de animais — liderou uma polêmica invasão para libertar cachorros usados como teste no Instituto Royal, em 2013 —, Luisa viajou até Brumadinho para tentar ajudar no resgate de animais presos na lama, como vacas. Fez uma série de vídeos no Instagram para reclamar contra a decisão de executá-los.

— Se tivesse que fazer sacrifício, tinha que fazer sacrifício decente. Não ficar executando os animais a tiro. Desgraçados. Isso não é maneira decente de matar os animais. Quem foi o veterinário que autorizou uma palhaçada dessas? — xingou a apresentadora.

Um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) executou com tiros os animais ilhados pela lama em uma área de Córrego do Feijão.

— O que vamos fazer? Deixar o animal sofrendo? Estamos, sim, com equipe em campo executando esse trabalho, mas essa decisão só é tomada nos casos em que não há outra opção — disse o chefe da Defesa Civil de Minas, coronel Evandro Geraldo Borges.

O agente também explicou que uma parte da equipe de resgate das vítima está empenhada em socorrer os animais que ainda podem ser retirados da lama com vida.

“É devastador ver toda esta tragédia pessoalmente! Quantas pessoas perderam a vida? Quantas famílias foram destruídas? A natureza chora… a destruição está por toda parte… e muitos animais ainda estão ilhados na lama… estamos tentando de tudo! Mas infelizmente estamos encontrando todo o tipo de dificuldade para resgatá-los! Eles estão vivos! Eles estão sofrendo! Me digam por que não merecem todo nosso esforço? Cada hora faz a diferença entre a vida e a morte”, escreveu a apresentadora.

Leia também: 

Bruna Marquezine, Huck, Gagliasso e outros famosos lamentam caso de Brumadinho