Memória do Box: Boca, o maior festeiro da Ilha

Foto: Arquivo pessoal

Inspirador e fundador do bloco carnavalesco Berbigão do Boca, Paulinho Abraham, na foto com a esposa Kátia, recebeu o apelido de Boca dos amigos de longa data. Antes de fazer o Berbigão do Boca, Paulinho também foi fundador do Bloco Sou + Eu, outro sucesso, que sai no sábado de carnaval e também reúne milhares de festeiros. Como o tradicional bloco que fazia o enterro da tristeza na sexta-feira anterior ao carnaval desapareceu, na Quarta-feira de Cinzas, dia 5 de março do Carnaval de 1992, Paulinho junto com os parceiros de sempre, fundou o bloco e o primeiro desfile foi no carnaval de 1993, no vão do Mercado Público de Florianópolis e de lá para cá a festa só cresce.

Paulinho Abraham mudou o destino e a cara de Floripa para sempre no Carnaval, colocou o berbigão no cardápio de milhares de pessoas e contribuiu para a criação de muitos empregos em Florianópolis.

Leia mais: 

Memórias do box: Aleksandar Mandic, o criador da internet no Brasil

Memória do Box: Leonardo, irmão do piloto Ayrton Senna

Memória do Box: Washington Olivetto, o gênio da publicidade