Menino de cinco anos entrega bilhete para mãe fingindo ser professora para faltar aula

Criança queria ficar em casa para assistir série

Bilhete fingindo ser professora
Foto: Reprodução/Facebook

É normal que os professores, principalmente de alunos pequenos, enviem bilhetes aos pais informando sobre feriados, festinhas ou quando a criança apronta na escola. Na terça-feira (21), a enfermeira Geovana Santos se surpreendeu ao receber um bilhete de seu filho, Gabriel Lucca, de 5 anos. Em um pedaço de uma folha de caderno, em letras grandes, estava escrito: “Senhores paes (sic). Amanhã não vai ter aula. Poorque (sic) pode ser feriado. Assinado: tia Paulinha. É verdade esse bilete (sic)”.

Estudando no pré-2, Gabriel entregou o papel já rindo, sabendo que a mãe dificilmente acreditaria no bilhete que ele mesmo escreveu. Ela conta que, naquela manhã, ele havia pedido para ficar em casa para terminar de assistir a série que começou a ver. Geovana negou e explicou que ele poderia assistir quando retornasse da escola ou quando acordasse.

Ao se divertir com a situação, a mãe até enviou uma foto do bilhete para a professora por WhatsApp, perguntando se o aviso era dela.

reprodução / whatsapp
reprodução / Whatsapp

Após a conversa no WhatsApp, a professora Paula Robardelli, de 35 anos, publicou a foto do falso recado no Facebook. O post viralizou e conta com mais de mil compartilhamentos até a noite desta quinta-feira (23).

— Achei uma graça a escrita perfeita por ele ter 5 anos. Um garoto leitor e escritor com uma imaginação além da conta —  relata Paula.

Após a brincadeira, o bilhete foi levado para a escola e a professora aproveitou para trabalhar a ideia de não enganar as pessoas.

— O aluno ressaltou que foi apenas uma brincadeira, porque ele queria continuar assistindo uma série na TV — explica a professora.

Confira o post:

Leia também: 

Neto cria tutorial com papel e caneta para explicar Instagram ao avô de 73 anos

Homem cria técnica inusitada para cachorros espionarem vizinhança no portão

Arara presa em telhado xinga bombeiro que tentava resgatá-la