Meu filho fez dois anos, mas agora ele já pode comer tudo?

Foto: Divulgação

Parece que foi ontem que o bebê nasceu e começou a se alimentar, não é mesmo? Eram tantos detalhes que quando chega nos 24 meses, onde teoricamente poderiam comer de tudo, a gente fica perdida.

Os adultos ficam enlouquecidos para dar açúcar para as crianças, mas elas não conhece o sabor, e é preciso ter muito cuidado pois é um alimento altamente prejudicial a saúde, além de causar dependência.

Mas a pergunta que não quer calar é: O que pode? Calma, nesse momento é preciso ter bastante cautela, principalmente ao oferecer algo a uma criança sem antes perguntar aos pais. É preciso entender que afeto é demonstrado com amor, carinho, abraço, e não vinculado ao doce ou guloseimas.

O doce não está proibido, mas não pode virar uma rotina, já que é fundamental pensar em uma alimentação saudável e equilibrada, principalmente nesta fase, para não deseducá-los em relação as escolhas alimentares.

 

Para ajudar, vamos dar algumas dicas bem importantes sobre alimentação nesta fase:

1. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria o açúcar pode ser ingerido após os 24 meses. Mas atenção! Lembre-se de tudo que fez até agora e continue da mesma forma. Não precisa adoçar suco, ok? Açúcar com moderação!

2. Frituras. Será mesmo que ele precisa? Alimentos assados são sempre a melhor opção. Lembre-se de produzir a alimentação do seu filho para evitar de comer frituras na rua ou oferecer algo não saudável quando o dia for corrido pra você!

3. Trocar refeições por lanches é necessário? Que tal preparar uma pizza ou hambúrguer caseiro? Além de ser mais saudável você pode colocar as crianças para interagir. Eles adoram!

4. Suco pode? Água. Sempre água. De acordo com a recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria é recomendado apenas de 100 a 150ml/dia.

5. Quando for em festinhas de aniversário ou você for fazer uma, escolha os assados, cuidado com os doces, pois o excesso pode inclusive dar dor de barriga e a criança passar mal.

6. Continue fazendo as refeições em família e sempre oferecendo frutas, verduras e legumes. Isso vai ajudar você a manter uma alimentação equilibrada e saudável com os pequenos

7. Faça sempre o prato da criança bem colorido e com todos os grupos alimentares. Se possível inclua a criança nas preparações.

Lembre-se: a qualidade dos alimentos somos nós que escolhemos e oferecemos aos nossos filhos!!!

Leia também:

Qual a necessidade nutricional de crianças e adolescentes fisicamente ativos?

Você sabia que a alimentação influencia na qualidade do sono?

Leite materno: um alimento perfeito para dar e doar