Mostra de Cinema Infantil tem programação especial e gratuita em Florianópolis

De 1° a 8 de setembro, cinema do CIC exibe a pré-estreia nacional de Tito e os Pássaros , longa de animação brasileiro premiado, além dos filmes vencedores dessa 17 ª edição da Mostra

Foto: Divvulgação

A Mostra de Cinema Infantil está de volta e com uma programação que atende à família toda. De 1° a 8 de setembro, a tela do cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) vai exibir a pré-estreia nacional de Tito e os Pássaros — filme de animação premiado como melhor longa infantil no Anima Mundi — e a animação colombiana O Livro de Lila, que terá dublagem ao vivo, além de reapresentar alguns dos filmes premiados na 17ª edição da Mostra, que aconteceu de 30 de junho a 8 de julho.

Com curadoria de Luiza Lins, idealizadora e diretora da Mostra de Cinema Infantil, as sessões são gratuitas, assim como a pipoca, e acontecem nos dias 1°, 7 e 8 sempre às 16h.

Durante a semana, de segunda a quinta, a tela do cinema do CIC vai exibir quatro sessões por dia para as escolas. O objetivo dessa segunda etapa do Projeto Escola, que conta com o apoio do Banco Itaú, é possibilitar que mais crianças participem da Mostra de Cinema e tornar o festival um evento presente o ano todo, visando a formação das crianças, jovens e realizadores locais. Nesta segunda etapa, o Projeto Escola deve atender cerca de 2,5 mil crianças.

Toda a programação da Sessão Especial da Mostra é também comemorativa e feita em parceria com o Cineclube da Mostra, que está completando um ano de exibição. As sessões do Cineclube da Mostra acontecem durante o ano todo, sempre aos sábados, no cinema do CIC, e a entrada é gratuita. Nesse primeiro ano de realização, foram exibidos mais de 200 curtas e 24 longas-metragens, alcançando um público de 3,4 mil pessoas.

— Depois de nove dias de Mostra, voltamos com a exibição de dois importantes longas de animação, uma produção nacional e uma latino-americana. Além da Mostra de Cinema Infantil, que tem alcance e reconhecimento nacional e internacional, também promovemos o Circuito até novembro nos municípios catarinenses e o Cineclube da Mostra, que realizamos aos sábados no cinema do CIC — destaca Luiza.

O objetivo, segundo ela, é fazer com que esses eventos também contribuam com a formação e capacitação dos realizadores locais, abrindo espaços de reflexão e debate, transformando Florianópolis em um polo para o desenvolvimento da produção do cinema infantil.

Animação premiada tem pré-estreia na Mostra

Foto: Divulgação

No sábado de abertura da Sessão Especial da Mostra, 1° de setembro, a pré-estreia da animação brasileira Tito e os Pássaros promete lotar o cinema do CIC. Eleito melhor filme infantil no Anima Mundi desse ano e selecionado na Mostra Competitiva do Festival de Annecy 2018 — o mais importante evento dedicado ao formato de animação no calendário internacional —, o filme conta a história de Tito, um menino de 10 anos empenhado em combater uma epidemia de medo que deixa as pessoas assustadas e doentes.

O longa animado, dirigido por Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto, a partir do roteiro de Steinberg e Eduardo Benaim, contou com um orçamento de R$ 5 milhões, foi realizado em 2D e tem 80 minutos de duração. O projeto começou a ser desenvolvido em agosto de 2015, a produção aconteceu em 2017 e a finalização terminou este ano.

— O filme é esteticamente ousado e pode ser lido em diferentes níveis, tanto da metáfora, como da aventura — avalia o produtor Gustavo Steinberg.

Em julho, durante a 17ª Mostra de Cinema Infantil, os diretores participaram de um bate-papo com produtores, animadores e público adulto do festival. No encontro mediado por Luiza Lins, os diretores conversaram sobre o desenvolvimento visual do projeto, da arte aos personagens, apresentaram layouts, falaram da pintura digital, efeitos especiais, cenários, movimento de câmera e composição de cenas.

Sessão de curtas nacionais e dublagem ao vivo

No feriado de 7 de setembro, sexta-feira, serão exibidos nove curtas-metragens nacionais. A sessão é gratuita, tem início às 16h e duração de 64 minutos. Na programação, os curtas nacionais Lá do alto (RJ), de Luciano Vidigal, A piscina de Caíque (GO), de Raphal Gustavo da Silva, Dia das Nações (RS), de Juli Gerbase, Fábula de Vó Ita (SP), de Joyce Prado e Thallita Oshiro, e Menino Cabeça-de-Flor (BA), de Vanessa Heeger. Os curtas foram alguns dos premiados entre os 51 exibidos na 17ª edição da Mostra de Cinema Infantil.

No sábado, 8, no encerramento da Sessão Especial da Mostra, será exibido O Livro de Lila, longa-metragem colombiano de Marcela Rincón que conta a história de Lila, uma menininha que vive no mundo mágico de um livro e sai, por acidente, para o mundo real. Primeiro filme de animação dirigido por uma mulher na Colômbia, O Livro de Lila teve sua pré-estreia no Brasil na abertura da 17ª edição da Mostra e já participou de 30 festivais pelo mundo e foi contemplado com oito prêmios nacionais e internacionais. O filme será exibido com dublagem ao vivo.

Música e diversão para a família

E para mostrar que a Mostra vai além da valorização da sétima arte, o Palquinho da Mostra recebe duas apresentações musicais: o grupo Tac Tic Tum e a Banda de Pífanos do Ribeirão. Nos sábados, 1° e 8 de setembro, os grupos se apresentam às 17h30min no espaço do Café Barió, no Centro Integrado de Cultura (CIC).

SERVIÇO

O quê: Sessão Especial da Mostra de Cinema Infantil

Quando: De 1 a 8 de setembro

Horário: Sessões de 1, 7 e 8 de setembro às 16 horas.

Onde: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)

Quanto: Gratuito

Leia também:

Primeiro teaser do live-action da “Turma da Mônica” é divulgado