Nanocosméticos fazem bem para a sua pele e para a natureza

Química verde, produtos biodegradáveis e ativos naturais são benefícios da nanotecnologia aplicada em cosméticos

Foto: Freepik

Em tempos em que a sustentabilidade se tornou um dos principais assuntos em debate, os produtos biodegradáveis e naturais vem se tornando expoentes de uma geração que se preocupa cada vez mais com o meio ambiente. Contagiada com o pensamento eco, esse público faz questão de incluir na rotina diária produtos que não deixam resíduos no meio ambiente.

Diversos setores da economia buscam soluções que caminhem nesse sentido. No mercado de beleza, esses temas são alinhados à inovação e à tecnologia, com cosméticos que diferem dos produtos convencionais, principalmente no que diz respeito à porcentagem de ingredientes sintéticos, derivados do petróleo, testados em animais e substâncias geneticamente modificadas presentes no conteúdo do produto.  

Conheça os principais termos dessa área que indicam essa preocupação com a natureza

Química verde

O conceito ainda é novidade no mercado da beleza e a ciência está progredindo lentamente, mas lado a lado da nanotecnologia. 

Para merecer essa classificação, os cosméticos não podem ser formulados a partir de derivados de petróleo, como silicone e óleos minerais, nem compostos geneticamente modificados. 

Cosméticos convencionais precisam ser estruturados com conservantes e parabenos, enquanto os nanocosméticos podem ser fabricados à base de água pura. Outro benefício dessa tecnologia é a substituição das substâncias sintéticas por outras naturais, tendo uma importante redução nos efeitos tóxicos.

Biodegradável

Os cosméticos que seguem essa linha são produzidos com ativos naturais e biocompatíveis. Isso significa que, quando em contato com a natureza, se desintegram sem agredir o meio ambiente. 

Na prática, produtos com essa característica podem ser lavados e/ou dispensados em água corrente, como na pia do banheiro. Esses cuidados com a escolha de ativos naturais ajudam a minimizar o impacto ambiental em todas as fases, desde o processo de fabricação do produto. 

Solventes em água

Quando um cosmético é aplicado na pele, ele necessita de uma substância solvente para ser ativado. No caso dos nanocosméticos, a ativação é em água pura, no lugar de parabenos e produtos químicos nocivos, preservando a essência dos ativos naturais. 

Não testados em animais

Uma das principais preocupações dos consumidores ao comprar produtos de beleza é se certificar se foram dermatologicamente testados antes de serem comercializados. Entretanto, mais do que saber se não há riscos alérgicos ou reações inesperadas, muitas pessoas se preocupam com o ambiente em que estes testes foram realizados e as aplicações em animais atualmente são questionadas e criticadas por boa parte da população. 

Produtos cruelty free se preocupam com os direitos dos animais, promovendo os conceitos da beleza livres de crueldade.

Diferenciais da nanotecnologia quando o assunto é sustentabilidade

Garantir as características de química verde é um dos principais benefícios da nanotecnologia. Por ser nanoencapsulado, ou seja, estruturado em partículas muito pequenas e que são ativadas apenas em contato com as camadas mais profundas da derme, os ingredientes ativos, que são substâncias altamente oxidativas que se degradam rapidamente e reagem constantemente com o meio e outros compostos cosméticos, ficam protegidos.

Com sofisticada tecnologia, os nanocosméticos são desenvolvidos com ingredientes ativos de alta performance e seguros para aplicações cosméticas, e fazem bem para a pele e para a natureza. 

Toda linha da RG Complicité NanoCosméticos é desenvolvida dentro do conceito de química verde, gerando ativos naturais, biocompatíveis e biodegradáveis e alocados em meio aquoso sem parabenos ou outros meios químicos não naturais. Conheça os produtos no site.