Natalia Vodianova: de vendedora de frutas à destaque da abertura da Copa

Saiba quem é a modelo russa que roubou a cena na abertura da edição 2018 do Mundial

Natalia
Foto: Ao lado do jogador Iker Casillas, da Seleção Espanhola, Natalia Vodianova acena para o público. Foto: AFP

Teve Robbie Williams e Ronaldo Fenômeno. Mas quem despertou os olhares curiosos durante a cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2018, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 14, foi a modelo Russa Natalia Vodianova. Aos 36 anos, ela é um dos nomes mais potentes da indústria da moda atualmente. Segundo o portal models.com, a modelo também é uma das que mais faturam no segmento.

Natlaia e o modelo brasileiro Marlon Teixeira. Foto: Mert Alas & Marcus Piggott / Divulgação

Rosto de marcas poderosas como Chanel, Versace, Givenchy, Calvin Klein e Saint Laurent, a top iniciou sua saga ainda em seu país natal, a Rússia, antes de assinar contrato, aos 17 anos, com uma agência em Paris, a Viva.

De acordo com o site Business of Fashion, o início da vida de modelo de Natalia não foi nada fácil. De origem humilde, ela passou a infância vendendo frutas à beira da estrada com a avó. A mudança para a França, mas especificamente para Paris, foi um verdadeiro baque cultural para a modelo. Atualmente, ela namora Antoine Arnault, herdeiro do grupo LVMH (e o CEO da marca de luxo Berluti). Juntos, eles têm dois filhos — Natalia tem outros três de seu casamento com Justin Portman (sim, ela tem cinco filhos!).

Pupila de Anna Wintour, Vodianova despontou na capa da Vogue americana, em 2004. Na ocasião, ela foi clicada pelo badalado fotógrafo Steven Meisel. A modelo também foi capa da revista nas versões inglesa, francesa e italiana.

 

Foto: Divulgação

Além do trabalho nas passarelas, a russa está à frente de uma organização não governamental voltada à inclusão de crianças com deficiências e necessidades especiais. Longe das passarelas e estúdios, a russa toca a Naked Heart Foundation, uma organização que tem como missão ajudar a construir uma sociedade inclusiva que seja aberta a crianças com deficiências e necessidades especiais.

Leia mais: 

Conheça a modelo que é a cara da Gisele Bündchen
Polêmica na China após morte de modelo russa de 14 anos