Nego do Borel adia gravação de DVD após ser acusado de transfobia

Cantor foi fortemente criticado após comentário sobre a youtuber Luisa Marilac

nego
Funkeiro já pediu desculpas por comentário feito em postagem da youtuber Luisa Marilac, que decidiu perdoá-lo. Foto: Washington Possato/Divulgação

Depois da grande polêmica com a youtuber Luisa Marilac e as acusações de transfobia, Nego do Borel decidiu adiar a gravação de seu próximo DVD, que estava marcada para o dia 29 de janeiro, no Rio de Janeiro. De acordo com o cantor, a decisão foi tomada após ele ter descoberto que a data marca o Dia da Visibilidade Trans. Borel fez questão de ressaltar que utilizará o tempo para refletir sobre os últimos acontecimentos.

— Pessoal, boa tarde. Nos últimos dias venho tentando aprender. Estou aprendendo e entendendo o significado de tudo que vem acontecendo. Descobri que no dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans. Em respeito a todas as pessoas que feri, a comunidade LGBT+ e aos meus amigos que convidei para gravar o DVD junto comigo, peguei, sentei com a minha galera e tomei a decisão de deixar o meu DVD para gravar em outro momento. Agora não vai ser um momento de comemoração. Vai ser um momento de reflexão — declarou o cantor.

Em nota, a Sony Music, gravadora de Borel, se pronunciou sobre o caso: “A Sony Music se solidariza com todos que têm sofrido algum tipo de constrangimento e discriminação e reafirma o compromisso com a promoção da igualdade de gênero, sexual, étnico-racial, religiosa, repudiando toda e qualquer manifestação de preconceito com todos os grupos sociais historicamente discriminados nesse país”.

Confira o vídeo de Borel

 

@negodoborel adiou a data de lançamento do dvd por conta de tudo que está acontecendo!Gostaram da atitude dele ?Acham que ele está aprendendo com o erro ? #fofocas #negodoborel

Uma publicação compartilhada por Rir pra não chorar (@riirpranaochorar) em

Entenda o caso

Tudo começou com um comentário de Luisa Marilac no Instagram de Borel, elogiando o artista. Na ocasião, ele respondeu chamando a youtuber de “homem gato”. Após receber várias críticas por sua fala, ele gravou um vídeo se desculpando:

— Às vezes, eu faço umas brincadeiras sem noção e que acabam machucando as pessoas, mas não é o que eu quero. Tô fazendo de tudo pra aprender e melhorar mais todo dia — disse na época.

O público não ficou satisfeito com o desfecho e, no último domingo (20), o cantor foi vaiado no Bloco das Poderosas, comandado pela cantora Anitta. Mais tarde, Luisa Sonza e Ludmilla decidiram cancelar parcerias marcadas com Borel.

Na terça-feira (22), entretanto, a própria Luisa veio a público pedir o fim do “linchamento” do artista. Ela agradeceu o apoio do público, mas aceitou as desculpas de Borel e disse acreditar na boa índole dele.