Ninguém deveria trabalhar nas segundas-feiras e no mês de janeiro

Quem trabalha na primeira quinzena de janeiro, me desculpem, está apenas atrapalhando o descanso dos outros

frustração no trabalho
Foto: Pexels

Não estou com pressa de começar o ano e acredito que todos deveriam ainda estar de férias. Me incomoda imaginar que hoje, não deu nem 15 dias em 2019, já tem gente trabalhando, pegando carro, ônibus, trem, chegando no escritório, tomando café, almoçando no bandejão da firma. Não está certo isso.

Os que estão trabalhando sabem que está errado, eles deveriam estar na praia descansando, tomando cerveja e falando bobagem até a madrugada. Quem está trabalhando agora está fingindo que está trabalhando – fingindo que responde e-mails, que fecha contratos, que prospecta clientes – porque no fundo ninguém está mesmo trabalhando. Estão só fingindo. Quem está trabalhando nesta semana sabe que é verdade.
Se você é o chefe de uma pessoa que está trabalhando neste janeiro calorento, este janeiro ensolarado, este janeiro que pede a brisa do mar, sorvete para crianças e chopes para adultos, se você é o chefe de uma pessoa que está trabalhando neste janeiro deveria rever esta posição agora mesmo.

Libere seus funcionários. Diga: “Estão liberados. Voltem quando o tempo nublar”. Ou apenas mostre aos seus subalternos esta coluna. Encaminhe pelo WhatsApp.

Ninguém precisa trabalhar na segunda-feira. Vamos ser um pouco mais realistas.
Quem trabalha na primeira quinzena de janeiro, me desculpem, está apenas atrapalhando o descanso dos outros. Não há um cliente que se regozije com uma ligação no começo do ano, não há um contrato que será fechado com alegria. Nenhuma reunião terá júbilo, nenhum elogio será sincero. Serão todos hipócritas em um escritório neste janeiro, fingindo prazer em horários rígidos, deleite em metas para cumprir, agrado em conversas ao bebedouro.

Ninguém precisa trabalhar na segunda-feira. Pode ficar tranquilo. Eu conversei com seu chefe e está tudo acertado. Você pegue sua família, leve as crianças para praia, arrume uma piscina de um amigo, coloque um chinelo e compre carvão. É inaceitável alguém trabalhar neste verão. Faça uma caipira, coloque o celular em modo avião, ignore a ansiedade alheia. O ano ainda não começou. Ainda está quente e faz sol e todos estão na praia. Não seja indelicado de pensar em trabalho.

Leia também:

Qual o motivo de empresas estarem perdendo tantos talentos após eles se tornarem pais e mães

Leia mais colunas de Marcos Piangers