SC recebe a nova montagem da peça O Analista e a Sexóloga de Bagé

Espetáculo que tem quase 40 anos de história e maisde 2 milhões de espectadores

O analista e a sexologa de Bagé
Foto: Leo Munhoz

No próximo dia 1º de setembro estreia, em Florianópolis, a nova temporada do aclamado espetáculo O Analista e a Sexóloga de Bagé. As facetas do personagem machão, conservador, tradicionalista criado pelo paulistano Claudio Cunha, falecido em 2015, surgem na releitura assina pelo diretor Ludi Simões.

Alexandra Dias, que foi a última parceira de palco de Claudio, retorna para o espetáculo ao lado do ator Beto Gabriel, que dá vida ao personagem principal da peça teatral.

O Analista e a Sexóloga de Bagé, que tem quase 40 anos de história e mais de 2 milhões de espectadores, reestreia com uma turnê em Santa Catarina com apresentações em Florianópolis nos dias 1º e 8 de setembro, em Lages no dia 14, e Joaçaba no dia 15 de setembro.

Sócio e acompanhante do Clube NSC tem até 50% de desconto na compra do ingresso antecipado no site da Blueticket.

Confira a entrevista

Como é a nova montagem do espetáculo que foi sucesso durante tantos anos?
Ludi Simões – A peça está vindo em um momento bem oportuno. Tanto nós quanto o Claudio procuramos manter bem aquela coisa do gaúcho machão, quadrado. As coisas que ele fala são absurdas, mas são tratadas com bom humor. Nós optamos por manter isso no personagem, porque é importante que as pessoas percebam que aquilo é um absurdo, porque é também nesse momento que entra a personagem da sexóloga e coloca ordem na casa, sem subir o tom, sem militar. Ela não levanta bandeiras, só mostra porque aquilo é errado.

A personagem da sexóloga já tinha essa postura na versão original?
Ludi Simões – Ela não tinha muito essa função, ainda era muito submissa. Agora a gente resolveu dar essa mudada. A personagem até se torna um pouco submissa em algumas situações, mas por uma questão de conveniência, o que acaba sendo um dos grandes motes da peça.

Então ela é uma peça humorística, mas traz uma discussão que é bem importante nesse momento histórico.
Alexandra Dias – As pessoas vão para casa com uma mensagem, não é só aquele momento do riso. Ela tem essa função.
Ludi Simões – Não é aquela coisa do riso fácil. Chegou, sentou, se divertiu e foi embora e se esqueceu. Não. As pessoas saem de lá pensando, principalmente os casais que saem da peça se cutucando: ‘Você lembra daquela hora que ele falou aquilo?’. Isso é muito legal, essa é uma das funções do teatro. A função da arte também é fazer a crítica.

Alexandra, como está vendo essa mudança na personagem, já que interpretou também na primeira versão?
Alexandra Dias – Para mim, foi incrível esse convite. Depois de quase três anos e meio ao lado do Claudio retornar para este espetáculo está sendo maravilhoso. Estou bem emotiva, por estar vivendo isso novamente, e também muito otimista, pois acho que essa alteração na personagem e no texto está bem interessante para o momento que estamos vivendo hoje.

Qual a responsabilidade de ocupar o lugar do Claudio?
Beto Gabriel – É uma responsabilidade muito grande. É uma peça que tem duas citações Guiness Book e mais de 2 milhões de espectadores. Foi uma emoção muito grande o convite da C5 Produções e do diretor. Eu mergulhei de cabeça, assim como todos devemos fazer em qualquer trabalho, mas nesse caso as pessoas vão ter aquela referência, e naturalmente farão a comparação, então é uma responsabilidade muito grande. Mas o Ludi fez um trabalho maravilhoso, e nós estamos nos divertindo muito com esse texto.

Serviço

Quando: 1º e 8/9, às 20h
Onde: Teatro Pedro Ivo (Rodovia José Carlos Daux, 4600, Saco Grande, Florianópolis)
Quanto: a partir de R$ 17

Quando: 14/9, às 20h30min
Onde: Teatro Municipal Marajoara (Rua Presidente Nereu Ramos, 64, Centro, Lages)
Quanto: a partir de R$ 28

Quando: 15/9, às 19h
Onde: Teatro Alfredo Sigwalt (Rua Treze de Maio, 63, Centro, Joaçaba)
Quanto: a partir de R$ 28

Em Florianópolis, tem desconto de 25% para sócio e acompanhante na compra antecipada no site Blueticket. Em Lages e Joaçaba, o desconto é de 50%.

 

Para ser sócio do Clube NSC, você deve assinar um dos jornais ou o NSC Total em assinensc.com.br. A partir de R$ 9,90 por mês na modalidade digital, você tem acesso a todo o conteúdo e tem direito a utilizar os descontos do Clube em festas, shows, restaurantes, cinema, educação, serviços e muito mais. Aproveite, os benefícios são ilimitados. Saiba mais em clubensc.com.br