O Negócio da Moda: sustentabilidade foi o destaque do evento

Foto: Millena Dias, divulgação

Na minha coluna eu sempre discorro sobre dicas do universo masculino. Como se comportar em diversas situações, quais os cuidados de saúde que o homem deve ter e como se manter elegante e no estilo, abordando as principais tendências da moda masculina do momento. Hoje, a minha conversa, não vai ser só para os homens. Tudo porque é preciso, mais do que nunca, falar sobre um tema muito importante e que está super em voga atualmente: ser sustentável!

Essa é a grande meta do momento. Bem pudera! Com tantas alterações climáticas, mudanças nos ecossistemas e modificações no nosso dia a dia, as pessoas estão cada vez mais engajadas a praticar ações ecologicamente corretas para recuperar e tentar salvar o planeta. Além de reciclar o lixo, diminuir a quantidade de plástico utilizado e economizar a água – que são ações bem difundidas sobre o assunto, mas que nem sempre aplicamos – há várias atitudes a serem tomadas para melhorar nosso ecossistema. Uma delas é na maneira de se vestir! Sim sim, meus amigos, a moda, em toda a sua extensão, também pode ser sustentável do ponto de vista ecológico.

Em pauta

Fazer uma moda sustentável foi um dos temas mais marcantes do O Negócio da Moda, evento que liga empresários, comerciantes e marcas do ramo da moda, que aconteceu nesta semana em Camboriú. Por três dias muita discussão sob o assunto e muita tomada de consciência sobre a importância pelo zelo das fontes naturais e não degradação do meio ambiente. Uma das informações que mais me chocou, por exemplo, é que, para se fazer uma simples camiseta de algodão, são gastos em média 2720 litros de água. Um desperdício sem tamanho! Por isso, empresas têxteis estão investindo pesado no ecologicamente correto, como é o caso da Canatiba, fabricante de jeans para diversas marcas conceituadas.

– O objetivo é criar um produto de qualidade aplicando técnicas que evitam o consumo desenfreado de recursos naturais e que não agridam o meio ambiente – afirma Fernando Bighetti representantes da marca.

Há uma economia de 80% no consumo de água para um determinado tecido, preocupação essa que gera valor e credibilidade a marca.

Lilian Pacce

Foto: Omero Dominguez, divulgação

Uma das atrações mais aguardadas do evento, com certeza, foi a jornalista, editora de moda e visionária Lilian Pacce, que desde 2008 alarma para o fato de que falar de moda sem mencionar soluções sustentáveis é estar desalinhado com as tendências e com questões importantes que envolvem o futuro do planeta. Lilian é super engajada na causa e participa ativamente de várias ações ecológicas, como o incentivo em prol das ecobags e contra o canudinho descartável, por exemplo.

– Temos que priorizar o durável, provocar e cultivar a mudança de pensamento nas pessoas – afirma a jornalista, reforçando que a moda é mais um braço das ações sustentáveis necessárias.

#1lookporumasemana

Ela é criadora da hashtag #1lookporumasemana, um desafio que propõe que as pessoas usem as mesmas roupas por cinco dias consecutivos. Isso porque Lilian acredita que pra estar na moda você não precisa ter uma grande variedade de peças em seu guarda roupa. O consumo desenfreado acaba prejudicando o ecossistema desde a produção têxtil até o pós consumo.

– As pessoas precisam perder a ideia e a prática de que é preciso colocar a roupa para lavar após usá-la uma só vez. Além de diminuir a vida útil do tecido em questão, há um gasto desnecessário de água que poderia ser evitado, simplesmente colocando a roupa para arejar.

Consciência

Não é mais aceitável sair por aí comprando desenfreadamente. É dever de cada um ter consciência ambiental e cuidar do nosso ecossistema nos mais variados setores, inclusive na nossa vestimenta! Preferir o ecologicamente correto, tentar saber qual a origem dos tecidos e conhecer um pouco sobre a marca que você está apostando para ficar no estilo são algumas das atitudes que te absolvem (ainda que um pouco) da degradação do nosso meio ambiente. Vestir-se com qualidade, evitando exageros de consumo e de maneira consciente está super na moda! Invista nisso!

Leia mais:

Estética masculina: por que não?! Cada vez mais, a rapaziada está antenada nos cuidados da saúde

Confira um guia prático sobre trajes masculinos

Como se tornar mais atraente para as mulheres?