O preto está em alta: saiba como usar a cor para deixar o ambiente mais sofisticado

15 - BACK TO BLACK 1 FOTO_LIO SIMAS

Living em preto – Foto Lio Simas, divulgação

Sombrio ou sofisticado? O preto é uma cor de infinitas possibilidades. Se usado de uma forma racional, pode dar personalidade a diferentes ambientes da casa. A cor pode parecer inusitada, mas há formas Além disso, para quem sofre com insônia, por exemplo, usar uma tonalidade mais escura no quarto pode ajudar a melhorar a qualidade do sono.

Para o engenheiro civil Marcelo Wolschick e o decorador Alexandre Müller, o preto é uma cor versátil e pode ser usada em diferentes ambientes. Eles criaram o Back to Black, um living bar e jantar, que foi desenvolvido a partir da cor. A proposta vem da vontade de “não segregar nem estereotipar pessoas dentro de caixas de viver”.

Uma das principais vantagens de usar tons mais escuros é sair do comum e criar um ambiente cheio de personalidade. Confira as dicas de Marcelo Wolschick e de Alexandre Müller sobre como aproveitar ao máximo o preto na decoração.

Ambiente Black to Black – Foto Lio Simas, divulgação

Leia mais posts de Decoração

O preto imprime que tipo de sensação e informação na decoração?
O preto tende a ser mais formal, sofisticado, elegante e sensual, como também pode ser dramático, ou melancólico, tudo depende da forma de composição e uso racional do preto, seja com pintura, papéis de parede, mobiliário e objetos de decoração.

E para montar um ambiente totalmente black, há alguma regra? Alguma dica?
Escolher o preto como ponto de partida para os grandes planos vai determinar o tom predominante da parede, piso e teto podem ser inseridos em tom preto e inclusive com variação de texturas por diferentes materiais que cada um pode receber. No chão, por exemplo, existe no mercado uma gama grande de revestimentos cerâmicos em tons black e podem contrastar com um parede ou teto pintados de preto ou ainda um papel de parede predominantemente preto.

Como não deixar o espaço ficar sóbrio ou sombrio demais? Alguma dica?
Mesclar variações da matiz preta como os cinzas e o próprio branco também cria contraste e movimento ao ambiente. A escolha de peças pontuais que direcionam o olhar também é uma técnica que pode ser utilizada.

Como vocês harmonizaram a paleta de cores para não escurecer o ambiente?
Saturando-a, saindo de uma base preta chapada e diluindo pautadamente cinzas claros, médios e escuros e inserindo também o branco. O resultado você tem um ambiente com grandes planos em preto, os médios e pequenos em tons de cinza.

A parte de iluminação é importante para o ambiente não ficar muito escuro? Como administrar?
Sim, muito importante, destacar os pontos focais criados no projeto é extremamente importante. Definir e iluminar o que direciona o olhar, que chama a atenção e que faz o ambiente “vibrar”. Geralmente as artes expostas nas paredes recebem essa atenção. Uma iluminação mais difusa também ajuda na hora da iluminação geral, arandelas e abajures ajudam a criar a ambiência da luz com os tons pretos, trazendo clima de aconchego e conforto.

Veja outras inspirações: