Sororidade entra em pauta no BBB. Mas, afinal, o que significa?

Termo foi utilizado por Hana durante a votação para o segundo paredão do BBB 19

Hana
Hana (Foto: Reprodução)

Líder da segunda semana de Big Brother Brasil, Hana justificou a escolha de voto para o paredão com o termo sororidade. A sister, que havia comentado durante a semana que votaria em Tereza, decidiu escolher Gustavo para disputar a estadia na casa.

A youtuber se justificou dizendo que não mandaria a psicanalista para a berlinda por uma questão de sororidade e coerência e que, bem ou mal, ela parece ser mais sincera do que ele.

— Acho que tivemos questões de rivalidade feminina que podemos resolver com uma dose de sororidade. Acho que seria muito incoerente com o meu discurso votar nela para o paredão. Por mais que a gente tenha se estranhado, ela é sincera e tem verdade igual a mim.

Qual o significado?

Segundo o que a Revista Versar apurou nessa reportagem especial sobre o tema, o movimento de mulheres trouxe um conceito que, se aplicado diariamente, pode mudar o contexto de rivalidade entre as mulheres em prol de reivindicações próprias. Um neologismo capaz de expressar a união e a aliança entre pessoas do gênero feminino em várias dimensões da vida.

O termo sororidade vem do latim “sóror”, que significa “irmãs” e pode ser considerado a versão feminina para fraternidade, que se originou a partir do prefixo frater, que quer dizer “irmão”.

O objetivo é encontrar união entre as mulheres que lutam por mais espaço na sociedade. Mesmo que hajam diferenças entre opiniões, o fato de haver o mesmo interesse social faz com que, por proteção, as mulheres parem de se comparar e criar rivalidades, endossando o discurso machista.

— A gente “desempodera” muito a mulher que está a nossa volta – e temos que aprender que, assim, estamos nos “desempoderando” também” — define a criadora do movimento Vamos Juntas?, Babi Souza.

Em entrevista para o programa “Encontro com Fátima Bernardes”, Babi destaca que sororidade é pressuposto de segurança.

— A sensação que a gente passa é não precisar de outro homem para se sentir segura, é possível contar com outras mulheres e nós mesmas nos defendermos.

Leia também:

Conheça a história de cinco mulheres em Santa Catarina que aplicam a sororidade no dia a dia