Padre Fábio de Melo volta atrás e pede desculpas sobre comentários a respeito da macumba

Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo voltou atrás sobre a declaração que fez a respeito da macumba, prática comum dentro de religiões de matriz africana, como o candomblé. Durante missa realizada no interior de São Paulo na terça-feira (8), o religioso fez piada sobre a oferenda, arrancando risos dos fiéis que acompanhavam a celebração.

Parte da comunidade religiosa se sentiu ofendida com as opiniões do padre. O babalaô Ivanir dos Santos, ligado ao candomblé e representante de movimentos contra a intolerância religiosa, chegou a pedir que fosse tirado do ar o vídeo em que Padre Fábio de Melo aparece falando mal da macumba e dizendo que “pode deixar (a oferenda) na porta da minha casa que, se tiver fresco, a gente come”.

Em uma série de declarações feitas no Twitter nesta quinta-feira (10), Padre Fábio de Melo considerou que o candomblé faz parte de sua origem e que não teve a intenção de ofender. Teria apenas expressado “convicções cristãs” durante a missa. Também explicou que já havia feito contato com o babalaô Ivanir dos Santos e que os dois mantêm a opinião de que “tolerância religiosa não significa abrir mão do que cremos”. Por fim, considerou que o mundo estava dividido demais para que “criemos outras divisões a partir de nós”. O vídeo de seu discurso não foi tirado do ar.

Leia também:
Entenda o risco da gravidez de Sabrina Sato

Reagindo a denúncias, Giselle Itié publica série de fotos nua no fundo do mar