Pintura de Banksy se autodestrói após ser leiloada por mais de R$ 5 milhões

Especulações apontam que a "brincadeira" pode ter valorizado a obra

Foto: Divulgação / Sotheby's

Uma pintura de spray estêncil do célebre artista britânico Banksy se autodestruiu após ser leiloada pela Sotheby’s por mais de 1 milhão de libras (cerca de R$ 5 milhões) nesta sexta-feira (5), em Londres.

A peça Girl With Balloon (Garota com Balão), que mostra uma menina tentando pegar um balão em forma de coração, é uma das imagens mais icônicas de Banksy e foi a última a ser arrematada. Assim que o martelo marcou a conclusão da venda, a tela passou por um triturador que estava escondido dentro da moldura.

— Parece que foi Banksyficado — disse Alex Branczik, diretor de arte contemporânea na Europa da Sotheby’s.

Especulações nas mídias sociais apontam que a “brincadeira” pode ter valorizado a obra. A Sotheby’s se pronunciou sobre o ocorrido. “O episódio inesperado tornou-se instantaneamente parte do folclore do mundo da arte e é, certamente, a primeira vez na história dos leilões que uma obra de obra é automaticamente destruída assim que o martelo assinala a venda”, diz a o comunicado. Em nota enviada ao jornal Financial Times, foi informado que o comprador se surpreendeu com o acontecimento e que eles estão discutindo os próximos passos.

Banksy, artista de Bristol cuja identidade nunca foi oficialmente revelada, postou no Instagram uma foto do exato momento em que a pintura é triturada, com a legenda “Going, going, gone…” (pode ser traduzido como “Dou-lhe uma, dou-lhe duas, vendido”). É possível ver a reação de surpresa das pessoas que presenciaram o ocorrido.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Going, going, gone…

Uma publicação compartilhada por Banksy (@banksy) em

Leia também:

Conheça sete artistas que expõem retratos pelas ruas de Santa Catarina