Renata Diem: Pizza deep dish é uma das tendências em gastronomia nos Estados Unidos

divulgação

Foto Divulgação

Comida sempre foi meu assunto favorito e, ao longo da vida, esteve cada vez mais presente, além da rotina básica de comer apenas para me alimentar. Sou manezinha da Ilha, formada em Design Gráfico, mas a paixão por gastronomia e fotografia andam me fazendo mudar de área. Não sou chef e nem cozinheira de mão cheia (mas me viro bem). Meu negócio é comer bem e estar sempre inserida nesse mundo tão rico de sabores e aromas. Atualmente, também escrevo para o site Destemperados e dou dicas gastronômicas no Instagram @dicasfloripa.

Puxe uma cadeira enquanto passo o café. Quero trazer aqui um conteúdo leve e interessante daqueles que conversaríamos descontraidamente na cozinha de casa, afinal, é o melhor lugar da casa pra isso, não é mesmo? Espero que gostem e estarei sempre aberta à críticas e sugestões.

Leia mais notícias de gastronomia

Será que pega?

Existe uma pizza diferente chamada deep dish, muito tradicional em Chicago, nos Estados Unidos, onde foi criada. A origem data de 1943 na Pizzeria Uno, segundo o Chicago Daily News.

Como a expressão sugere, é uma “pizza de prato fundo”, ou seja, pode-se imaginar a fartura. Ela parece uma torta com bordas altas, recheio bem generoso com grandes quantidades de queijo e molho de tomates pedaçudos.

O interessante é que, nessa versão, a ordem das camadas muda: o molho de tomate fica por cima do queijo o que acaba fazendo com que o queijo fique sempre derretido e macio, sem ressecar. O resultado é suculência pura. No Brasil, a inclusão dessa pizza ainda é tímida, mas quem sabe não se transforma na próxima tendência gastronômica?