Policial amamenta bebê que chorava de fome em hospital

Segundo relatos, a criança teria sido separada de sua mãe e estava sofrendo de desnutrição

policial amamentando
A argentina Celeste Ayala amamenta bebê que teria sido separado da mãe por ordem judicial. Foto: Reprodução / Facebook

Uma imagem chamou atenção nas redes sociais argentinas na última terça-feira (14). Na foto, é possível ver uma mulher com uniforme policial sentada em um banco de hospital amamentando um bebê. Poderia ser somente uma mãe alimentando o filho, mas a história vai além disso.

Celeste Ayala trabalha no Comando de Patrulhas de Berisso, na Argentina. No dia em que a foto foi tirada, ela estava fazendo serviço adicional como segurança no Hospital Infantil Sor Maria Ludovica quando ouviu o choro alto do bebê. Celeste, que recentemente deu à luz, soube na hora que talvez a criança estivesse com fome e pediu permissão ao hospital para que pudesse amamentá-lo.

Segundo relatos ao jornal La Nacion, a criança teria sido separada de sua mãe após uma ordem judicial. Mais novo de seis filhos, o bebê estava no hospital para se recuperar de uma aparente desnutrição.

Colega de trabalho de Celeste, Marcos Heredia ficou emocionado ao ver a cena incomum e resolveu fotografar para compartilhar em seu Facebook um relato do que havia acontecido.

“Quero tornar público este grande gesto de amor que você teve hoje com aquele bebê, que mesmo sem conhecer não duvidou e, por um momento, o cuidou como se fosse sua mãe, sem se importar com a sujeira e o cheiro como os senhores no hospital faziam. Coisas assim não são vistas todos os dias. Hoje, 14 de agosto, no Dia da Mulher Policial, você foi bem, companheira”, diz a postagem.

A publicação recebeu diversas mensagens de elogios e apoio e, em pouco tempo, se tornou viral, com 126 mil curtidas e 96 mil compartilhamentos.

Nessa quinta-feira (16), Marcos voltou a postar em seu Facebook uma atualização a respeito do que havia acontecido. Segundo ele, o bebê passa bem e está se recuperando rapidamente, graças à ajuda médica que tem recebido no hospital.

Leia também: 

Professores doam dias de licença médica a colega com câncer

VÍDEO: noiva enfrenta igreja inundada para chegar ao altar

Jovem de 21 anos passa por transplante facial após tentar suicídio

Menina de seis anos gasta R$ 1 mil em brinquedos com o cartão da mãe sem autorização