Você sabia que praticar esportes tem consequências para a saúde da pele?

O excesso de exercícios impacta a produção de colágeno e proteínas firmadoras da pele

É indiscutível que a prática de esportes faz bem para saúde, não por menos é indicada por médicos de todas as especialidades. Entretanto, assim como é necessário ter uma rotina de alongamentos para reduzir o risco de lesões, alguns cuidados são recomendados para diminuir os possíveis efeitos negativos da atividade física na pele.

— Durante a atividade física há um consumo de oxigênio elevado e nesse processo nós produzimos espécies reativas de oxigênio, que são substâncias decorrentes da bioquímica celular e produzem radicais livres, que destroem as nossas células. Então, quanto maior for a intensidade do exercício, maior será o consumo de oxigênio e maior será a produção de radicais livres, o que leva ao envelhecimento da pele — justifica a professora Tathiana Carla Gelinski, farmacêutica e especialista em cosmetologia.

Além dos radicais livres, essas atividades consideradas de alto impacto pelo excesso de movimento, como a corrida e exercícios aeróbicos, também geram um desgaste nas proteínas que dão elasticidade para a nossa pele.

— Quanto mais impacto temos, mais movimentação desses grupos de proteínas, mais flacidez vamos gerar. As proteínas se rompem e diminuem o potencial de suporte e sustentação da pele, gerando a flacidez — explica a especialista.

Envelhecimento precoce

O resultado do excesso de radicais livres na pele é o envelhecimento precoce. A formação de linhas de expressão e flacidez são as principais consequências negativas da prática recorrente de exercícios físicos, seja em ambientes fechados, como academias, quanto em locais abertos.

A professora Tathiana Carla Gelinski destaca que, apesar do rosto ser a região mais afetada por estar mais exposta a essas influências, o corpo todo sofre com os impactos dos exercícios.

Professora Tathiana Carla Gelinski, farmacêutica e especialista em cosmetologia

— A pele é um órgão íntegro então a ação dos radicais livres vai atingir o órgão inteiro, em todas as partes do nosso corpo, então o envelhecimento é global. Todo nosso corpo se movimenta com a corrida e a proteína que dá sustentação à nossa pele, com o excesso desse impacto – várias vezes durante a semana por muitos anos na nossa vida – se rompe e geramos flacidez.

Essa flacidez muitas vezes é confundida com celulite, que, na verdade, é a formação de nódulos anormais de gordura. E o grande problema de confundir o diagnóstico é que o tratamento para cada caso é distinto.

— Vários atletas me procuram e me perguntam “mas estou fazendo exercício físico e estou notando que no glúteo e em locais que tenho perda de peso aparece mais celulite”. Na verdade não é celulite, é o aspecto de flacidez que acontece nessas regiões devido ao alto impacto desses exercícios — completa.

Além dos radicais livres, a radiação também impacta na saúde da pele

Outro importante fator prejudicial é a exposição à radiação, que causa, principalmente, manchas na pele, além de contribuir para os primeiros sinais de envelhecimento precoce destruindo proteínas como colágeno e elastina.

— Além dos esportes que são praticados ao ar livre e tem contato com a radiação solar, na academia, por exemplo, tenho também o contato das lâmpadas e a prática dos exercícios aeróbicos.

Defina uma rotina de cuidados com a pele

A disciplina exigida para a prática de exercícios físicos facilita para a inclusão de uma rotina de cuidados com a pele. Segundo a especialista, não são muitos produtos necessários para diminuir os riscos desses efeitos negativos: basta uma boa hidratação.

Sempre oriento meus pacientes que utilizem cosméticos para manter a pele hidratada. Por conta da transpiração do exercício físico, a atividade gera uma importante desidratação, então é preciso ativos hidratantes sendo usados diariamente e antes do exercício também — enfatiza a professora Tathiana Carla Gelinski.

Leia também: Cinco produtos de cuidados com a pele para você comprar online

A principal orientação da farmacêutica é buscar por hidratantes que tenham ativos firmadores, como o DMAE, ativo indicado pela especialista para prevenir a flacidez, principalmente na região do rosto.

—Para o corpo também é importante ter essa preocupação com ativos firmadores, como a raffermine, que é muito bom para ser utilizado no corpo. Também utilizar ativos hidratantes que tenham efeito nas camadas mais profundas da pele, como a derme, principalmente o Ácido Hialurônico. Para quem pratica exercício físico é fundamental utilizar esse ativo — indica.

Para o hidratante, a orientação é aplicar antes e após a atividade física. Para quem quer potencializar a recuperação da pele pós-exercícios, a professora também indica a aplicação de Vitamina C, que é um excelente antioxidante, capaz de reduzir a produção de radicais livres, além de ser  um agente clareador das manchas de pele.

Saiba mais: Vitamina C: Saiba como incluir esse antioxidante na sua rotina de cuidados com a pele

Todos esses cosméticos, que devem ser utilizados diariamente, precisam ter uma tecnologia que garanta que esses ativos possam estar permeando nas camadas mais profundas. A maioria dos cosméticos tem um efeito superficial, mais externo. Os ativos não conseguem entrar em camadas mais profundas, então eles apenas conseguem dar um efeito de hidratação e proteção, mas não conseguem restaurar o que eu perdi – o que é muito importante para quem pratica exercício físico. Então é preciso buscar uma linha de cosméticos que sejam dermocosméticos com nanotecnologia — destaca Tathiana.

Os produtos da linha RG Complicité são também pensados para atender as necessidades de quem pratica esportes e precisa dos benefícios da nanotecnologia.

Com estudos aprimorados e sofisticação, a marca é reconhecida pela eficiência dos ativos em aplicações pré e pós-treino, contando, ainda, com a facilidade da absorção das nanocápsulas, permitindo a aplicação do produto poucos minutos antes da prática de atividade física.

Confira os produtos da linha RG Complicité no site.

Leia também:

Saiba quais nutrientes são essenciais para cuidar da sua pele no inverno