Prematuridade e aleitamento materno de mãos dadas pela vida

Foto: Divulgação

No mês de novembro completamos nosso primeiro ano como colunistas da Versar. Novembro também é o mês escolhido para homenagear a prematuridade, sendo o dia 17 considerado o Dia Mundial da Prematuridade. Sendo um mês especial para nós e para os bebês prematuros, convidamos a médica pediatra Dra. Tatiana Lemos, membro da Diretoria de Ações Comunitárias da Sociedade Catarinense de Pediatria, membro do Coramas – Grande Florianópolis e idealizadora do Projeto Amigos do Banco de Leite, para escrever sobre esse assunto tão importante e que ela é expert.

No Brasil 12,4% dos bebês nascem prematuros, isto é, com menos de 37 semanas de gestação. Seus pulmões, intestino, cérebro, suas defesas imunológicas ainda estavam em formação, enquanto eram protegidos e nutridos dentro do ventre da sua mãe. Por causa disto são frequentes as internações em UTI, e a necessidade de cuidados especiais para garantir que cresçam saudáveis.

É por isso, a importância de se falar sobre o assunto, para alertar a sociedade da importância do zelo na gestação e pré-natal evitando os nascimentos prematuros, e com estes bebês que exigirão atenção redobrada. Para isso instituiu-se o mês como Novembro Roxo, para promover o debate sobre o assunto.

Mas existe algo incrível! O leite materno que já é o alimento perfeito para todos os bebês, ainda tem um papel extraordinário para os prematuros. Ele se adapta a idade gestacional do recém-nascido, trazendo uma concentração maior de elementos de defesa em sua composição, pois “sabe” que esta é uma das maiores necessidades dos prematuros. Tem em sua composição todos os nutrientes perfeitos que nenhum outro alimento poderia substituir.

No entanto nem sempre as suas mamães conseguem amamentar neste período, e contam com uma ajuda valiosa; das doadoras de leite materno. Por isso se você tem leite para dar e doar, procure o banco de leite mais próximo da sua casa e abrace essa causa.

Vamos todos dar as mãos pela vida!

Leia mais:

Conheça algumas estratégias para prevenir e controlar a sua pressão arterial

Saiba quais alimentos podem ajudar a aliviar a TPM

Por um mundo com menos obesidade e desnutrição