Últimos dias para inscrição no Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura e Prêmio Catarinense de Cinema

Foto: sxc.hu

Os interessados em participar do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura e do Prêmio Catarinense de Cinema que, juntos, distribuirão quase R$ 25 milhões a projetos da área cultural, têm até quinta-feira, 12, para se inscrever no site cultura.sc.gov.br.

Promovido desde 2009 pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da FCC, tem o objetivo de selecionar projetos culturais que receberão apoio financeiro para realizar ações nos campos das Artes, Artes Populares e Patrimônio Cultural, que objetivem o estímulo e o fomento da produção, circulação, pesquisa, documentação, formação, restauração, preservação e difusão de produtos, bens e/ou serviços culturais que sejam acessíveis a diferentes públicos; contribuam para a construção e compartilhamento de conhecimentos e modos de fazer; beneficiem a geração de produtos, bens e serviços culturais.

A principal ferramenta de fomento à arte em Santa Catarina distribuirá R$ 5,6 milhões a projetos de três áreas: Patrimônio Cultural, Artes e Artes Populares. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Proponentes de todo o estado podem submeter seus projetos para os três editais que compõem o Prêmio Elisabete Anderle. O Edital de Patrimônio Cultural premiará projetos nas categorias Patrimônio Material; Patrimônio Imaterial; Museus; e Bibliotecas Públicas. O Edital de Artes Populares contemplará as categorias Artes Circenses; Culturas Populares e Diversidades; Culturas Negras e Afro-Brasileiras; e Culturas dos Povos Indígenas. E o Edital de Artes se subdivide nas categorias Artes Visuais; Dança; Música; Teatro; e Letras – Livro, Leitura e Literatura.

Prêmio Catarinense de Cinema

A edição de 2019 do Edital Prêmio Catarinense de Cinema terá um valor recorde distribuído a projetos em 26 categorias. O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), e o Governo Federal, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual(FSA)/Agência Nacional do Cinema (Ancine) disponibilizarão recursos na ordem de R$ 19 milhões para o setor audiovisual catarinense.

Serão contempladas nesta edição as seguintes categorias: Produção de Longa-metragem de Ficção; Produção de Telefilme de Documentário; Produção de Obra Seriada de Ficção; Produção de Obra Seriada de Documentário; Produção de Longa-metragem de Ficção em Animação; Produção de Obra Seriada de Ficção de Animação; Produção de Longa-metragem Baixo Orçamento de Ficção; Produção de Curta-metragem; Desenvolvimento de Projeto de Longa-metragem de Ficção; Desenvolvimento de Projeto de Obra Seriada de Ficção; Desenvolvimento de Projeto de Obra Seriada de Ficção em Animação; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 1; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 2; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 3; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 4; Festival de Cinema com mais de 10 anos; Festival de Cinema com mais de 5 anos; Festival de Games ou Transmídia; Novo Festival de Cinema; Curso de Capacitação em Produção Executiva; Cursos de Qualificação Técnica Audiovisual; Laboratório de Criação e Desenvolvimento de Conteúdo Audiovisual; Comercialização de Longa-metragem; Promoção de Santa Catarina como destino cinematográfico; Mapeamento e Estudo do Setor Audiovisual Catarinense; e Circuito de Exibição de Cinema Catarinense.

O Prêmio Catarinense de Cinema existe desde 2001 e foi instituído pela Lei Estadual nº 15.746, de 11 de janeiro de 2012. Desde sua criação, foram realizadas 12 edições, incluindo a atual.

Leia mais:

Novos negócios: Floripa é palco de produções cinematográficas e destino de casamentos

Quem é Halle Bailey, a atriz negra que vai interpretar Ariel nos cinemas

Festival Varilux 2019 traz filmes consagrados do cinema francês para Santa Catarina