Primavera: quatro dicas para ter um jardim florido e saudável

Natural de Holambra, Stans Scheltinga chega a Santa Catarina para uma série de workshops

Flores boca-de-leão (Foto: Divulgação)

Se tem uma coisa que não sai de moda são as flores — e se engana quem pensa que buquê é coisa de românticos ou de casais apaixonados. O início da primavera, na próxima segunda- feira, 23, aumenta também o protagonismo das flores nas decorações de ambientes e como opção de presente. Alguns arranjos podem ser preparados em casa, utilizando utensílios domésticos e combinações de flores com frutas, chocolate e até brinquedo. A artista floral Stans Scheltinga ensina técnicas, critérios de escolha das espécies e os cuidados especiais com as flores. Confira:

Planejamento

Definir previamente o espaço onde serão dispostas as espécies a serem cultivadas é um passo inicial importante para que seu jardim floresça. Outro ponto fundamental é analisar as condições do solo, adubando e corrigindo a acidez se for necessário.

Escolhendo as espécies

Ao plantar dentro de um apartamento, por exemplo, deve ser considerado o tempo de exposição à claridade natural, bem como as condições de ventilação e periodicidade de rega. Para esse tipo de ambiente, a sugestão é optar por espécies como suculentas, samambaias e palmeiras chamaedora e raphis, além das floridas phalaenopsis, violetas, cyclamen, curculigum, antúrio e kalanchoe. Já no caso de um cultivo externo à casa, plantas mais resistentes ao vento e variações do tempo terão mais chances de vingar.

Entre as espécies, podem ser utilizadas rosas, e lírio da paz, em espaços que contenham um pouco de sombra, além de impatinens, crótons, lavanda e ixória para áreas expostas ao sol.

Montagem

Seja em canteiros, no quintal, ou na parede da cozinha, na kitnet, é preciso ter em mente como ficarão as plantas após o crescimento. No jardim externo, por exemplo, uma dica que gera um efeito agradável é colocar plantas da mesma espécie em grupos, intercalando com outros que combinem ou contrastem nas características. A altura máxima que a planta deve atingir precisa ser considerada, evitando assim o replantio ou cortes.

Cuidados

Por último — e não menos importante — o tamanho do seu jardim deve ser diretamente relacionado ao tempo de atenção que você poderá dedicar a ele. Sejam verdes ou floridas, plantas necessitam de cuidados. Precisa regar com frequência, adubar em determinadas épocas do ano, não permitir água parada no prato e ter sempre atenção no solo (nutrientes) e no sol (luminosidade), que são a base para a saúde do vegetal.

 

Sobre Stans Scheltinga

Foto: Divulgação

Descendente de holandeses, Stans Scheltinga tem no currículo cursos e participações em eventos internacionais, além de três títulos consecutivos no concurso de Arte Floral de Holambra, cidade conhecida por ser a capital nacional das flores. Stants está em Santa Catarina para ministra ministrar uma série de workshops, a convite da Rede Bistek Supermercados (Quinta-feira, às 19h, em Criciúma / Sexta-feira, às 19h, em Itajaí / Sábado, às 10h, em Florianópolis). A relação com a arte que se tornou ofício, teve início ainda na infância, vivida na própria Holambra, nas dependências da floricultura do pai. Para ela, a flor é um transporte de emoções.

— Entregar uma flor é entregar o sentimento que você quer transmitir para a pessoa, como saudade, amor, felicidade, reconhecimento, gratidão ou alguma lembrança. Para mim, por exemplo, margaridas me dão nostalgia do jardim da minha avó — comentou Stans.

Leia mais:

Conheça vinhos com aromas de flores típicas da primavera

Evento gratuito na Grande Florianópolis cria experiência de um casamento real

Saiba o que é ou não verdade sobre o mundo dos vinhos