Produtora catarinense vai transformar carreira do nadador paraolímpico Daniel Dias em filme

A previsão de estreia do longa é 2020

Nadador Daniel Dias (D) ao lado de Jo Rauen, da Island Bridge. Foto: Divulgação.

Uma história de superação e exemplo para os brasileiros. Inspirados pela trajetória do nadador paraolímpico Daniel Dias, a produtora catarinense Island Bridge e a paulista Black Filmes uniram-se para produzir um filme baseado na trajetória de um dos atletas mais importantes do Brasil.

Com 24 medalhas conquistadas nas Paraolimpíadas, Daniel é o maior nadador Paralímpico masculino do mundo e em 2020, nas Paraolimpiadas de Tokio,  pode se tornar o maior medalhista olímpico de todos os tempos, superando o americano Michael Phelps, que conquistou 28 medalhas olímpicas em sua carreia.

— A história de vida do Daniel é incrível, ele é um exemplo fenomenal de ser humano. O cara é uma máquina de quebrar obstáculos, no esporte e na vida e com isso tornou-se uma inspiração para muitas pessoas. O brasileiro precisa disso, precisa se orgulhar, precisa acreditar em si. E nosso principal objetivo é honrar este legado do Daniel — destaca Jo Rauen, diretor da Island Bridge.

A parceria entre a Island Bridge, que possui sedes em Florianópolis e Nova Iorque, e a Black Filmes vem sendo costurada desde 2016 e torna-se realidade com este novo projeto. A empresa paulista é responsável pelo sucesso “Mais forte que o mundo”, que retrata da história do lutador de MMA José Aldo,  e que foi indicado ao EMMY Internacional de 2018.

— A participação do Tico Vicente e da produtora Black Filmes, trazendo toda a sua experiência para este projeto e Tico assinará a direção. Estamos montando o time ideal para que a história do Daniel seja reconhecida e emocione os telespectadores — destaca Rauen.

O elenco ainda está em fase de formação e as gravações devem iniciar em  2019. A previsão de estreia é 2020.