Projeto catarinense busca mais visibilidade feminina na mídia

Dar voz e visibilidade a 500 empreendedoras e executivas do Brasil até 2023 é a meta do Projeto Cora, lançado por jornalistas de Santa Catarina

O projeto quer que mais vozes femininas sejam escutadas, que mais mulheres sejam fontes de matérias e capas de revistas. Foto: Wil Koetzler

Muito se debate sobre o papel da mulher na sociedade, na política, no mundo corporativo e por aí vai. Mas como reivindicar mais poder para as mulheres se, até na mídia, elas têm cada vez menos espaço? Para se ter uma ideia, entre 2017 e o primeiro semestre de 2018, das oito principais revistas de negócios e economia do País, nenhuma dedicou mais de 17% das capas e reportagens especiais para empresárias e executivas. Segundo o jornal britânico Financial Times, somente 21% das fontes ouvidas para as suas reportagens eram mulheres.

Foi pensando em mudar esse cenário que as jornalistas e empresárias Clarissa Antunes e Rachel Sardinha criaram o Projeto Cora, um plano de comunicação e marketing voltado exclusivamente para mulheres. O projeto visa dar voz e visibilidade a 500 empreendedoras e executivas do Brasil até 2023. Sem muito discurso, pretende colocar a “mão na massa” e fazer com que mais vozes femininas sejam escutadas, que mais mulheres sejam fontes de matérias e capas de revistas.

— Para alcançar relevância midiática que vá além das campanhas de Dia das Mães é preciso um esforço para produzir pautas fora do óbvio. No nosso País há milhares de mulheres especialistas em diversas áreas, então por que os homens ainda são os mais procurados para falar sobre tecnologia, ciência, empreendedorismo, negócios e tantos outros temas?, comenta Rachel Sardinha.

Jornalistas querem ver mais empresárias na mídia. Foto: Wil Koetzler

De acordo com Clarissa Antunes, o objetivo agora é conseguir parceria e patrocínio de empresas e entidades para fazer o projeto ganhar ainda mais corpo.

— A meta é muito clara e as protagonistas estão por aí, esperando uma chance para deslanchar. Mostrando exemplos positivos queremos incentivar mais e mais mulheres a empreender e ocuparem cada vez mais seus lugares no mundo dos negócios.

Leia mais:

Empoderamento feminino estampado na moda

“Quero ajudar mulheres a usarem a moda a seu favor”, diz consultora de moda do Mais Você