Mesa posta com panos de pratos e chão do ex-morador de rua, Rafael Digueta

Fotos: Arquivo Pessoal

Com muita garra e determinação o jovem Rafael da Silva, 29 anos, reconstruiu a própria vida com perseverança, trabalho, amor e família. Após humilhações, agressões físicas, noites de frio, medo e fome, o jovem de sorriso largo e conquistador, saiu de Araranguá, sua cidade natal, caminhando cerca de 220km até chegar na capital catarinense, onde dormiu na rua por cinco meses, trabalhando como engraxate, profissão que exerce até hoje, de terno e gravata, com muito orgulho.

Seu ponto de atendimento fica no Tribunal de Justiça. Conectado, com mais de dez mil seguidores em sua conta no instagram @rafaeldigueta, Digueta como gosta de ser chamado – uma homenagem ao DJ David Guetta – não pára nunca de trabalhar. Nos fins de semana e feriados vende panos de prato e outros produtos pelas ruas da cidade.

Em Florianópolis, marquei um encontro com ele no sábado de manhã, para um bate-papo, e comprar os panos de prato e chão que encomendei pelo direct do seu instagram – você pode fazer o mesmo caso queira adquirir.

Preparei em casa, em Blumenau uma mesa posta com seus panos, e arroz com frango para servir. Confira o resultado. Mesa posta com panos de chão e prato. Capinhas de tecido para o limão, você pode fazer trouxinhas com gaze, sua função, é evitar que o suco espirre e que o caroço caia sobre a comida na hora de temperar. Fiz o arroz com frango sem a pele. Fritei as peles temperadas com sal e pimenta para servir de entrada como torresmo, e reservei algumas para empratar.

Arroz com frango

Ingredientes:
Sobrecoxa com osso cortada ao meio sem pele e arroz branco, banha de porco, colorau, folhas de louro, alho, cebola e tomate picados em cubos pequenos, sal, pimenta, orégano, suco de limão e caldo de frango.

Direções:
Frite o frango (temperado com sal, alho, pimenta e limão) na banha até que ele fique douradinho, acrescente o tomate, o colorau, a cebola e o alho, deixe dourar, junte o arroz, as folhas de louro e o caldo de galinha diluído em água fervente, ajuste o sal. Mexa um pouco e deixe o arroz cozinhar até secar. As quantidades dos ingredientes são bem livre, depende quantas pessoas você vai servir, os temperos são à gosto também.

Mais de Roberta Dalsenter:
Duas receitas deliciosas e criativas com camarão que podem ser servidas como prato único
História, tradição e renovação no tradicional Chá de Páscoa, em Blumenau
Clube Gourmet de Blumenau comemora 12 anos