Revista em quadrinhos reúne contos inspirados em lendas de Florianópolis

HQ Super Contos da Ilha será lançada neste sábado (23) e reúne 11 artistas catarinenses

O projeto foi criado pelo ilustrador, diretor de arte e professor D´Imitre Camargo Martins Foto: Arquivo Pessoal)

Rendas, lendas e a mitologia de Franklin Cascaes ganham desenhos e inspiram histórias em 60 páginas de quadrinhos da HQ Super Contos da Ilha. A revista, que será lançada neste sábado (23), reúne 11 artistas catarinenses que traçaram histórias e sotaques típicos ilhéus.

O projeto foi criado pelo ilustrador, diretor de arte e professor D´Imitre Camargo Martins, que lançou a ideia depois de conhecer a ComicCon São Paulo (CCXP), em 2016. Foram dois anos entre convite dos artistas, produção e arrecadação financeira com uma campanha de vaquinha virtual no Cartase.

— Sempre gostei da cultura local, catarinense, brasileira, e me inspiro por temas com nossa história. Com a Super Contos da Ilha, temos o objetivo de resgatar a cultura local, do lobisomem, o Boitatá que está na capa, bruxa, pescador, manezinhos, rendeira, Costa da Lagoa, Beira-Mar, Praça XV de Novembro… tanto a história, o folclore, como novas fantasias, lendas urbanas e mitos da nossa região.

Os personagens foram construídos, em sua maioria, inspirados nas histórias de Franklin Cascaes, o folclorista responsável pelas lendas e superstições que rodeiam a Ilha da Magia. Entre eles, o desenho guiado pelos fios da rendeira é assinado por Waleska Ruschel. Para ela, que cresceu em Santo Antônio de Lisboa entre bois-de-mamão e muitas lendas, a arte é “a continuidade dos espíritos de contos da ilha tão presente no trabalho de artistas locais ao longo da história”.

— Minha parte na HQ foi uma interpretação visual do tema “rendeira”, usando minha música favorita com temas da ilha, Lagoa da Conceição. A narrativa da música conta sobre a morte de um pescador local, e como a comunidade é mudada pelo acontecimento. Nas minhas páginas criei uma sequência apenas visual, amarrada (literalmente) nos fios da rendeira.

O desenho guiado pelos fios da rendeira é assinado por Waleska Ruschel (Foto: Divulgação)

O “misticismo que envolve os principais mitos e folclore brasileiro” foi o que inspirou a história de Alex Guenther, que também assina um dos contos da HQ. O artista lança desde 2003 histórias em quadrinhos com resgate histórico cultural dos povos de Santa Catarina.

— Com as histórias em quadrinhos, tudo é possível. A mensagem se torna muito mais forte e emblemática na mente dos leitores. O impacto visual é imediato assim como no cinema. Eu a utilizo constantemente nas minhas atividades artísticas e publicitárias.

Os catarinenses Davi Leon, Alice Mattosinho, Rodrigo Tramonte, Álvaro Telles, Chicolam, Binho Rob, Maurício e Alexandre Beck completam o time de convidados por D´Imitre para preencher as páginas da revista que será vendida por R$ 30. O lançamento acontece no sábado (23), às 20hs, na Livraria Nobel, Shopping Itaguaçu, em São José.

Leia também:

Quadrinista catarinense integra equipe de Maurício de Sousa e lança trabalho em 2019

Livro ilustrado “Lendas” apresenta releituras do folclore brasileiro